Minhas mães e meu pai

(The kids are all right / 2010) **
História: os filhos de um casal lésbico encontrando o pai biológico e resolvendo alguns conflitos internos.
:D: as pessoas vão me chamar de homofóbica com esta crítica, mas eu tava torcendo pra Jules (Julianne Moore) e Paul (Mark Ruffalo) ficarem juntos. Não porque eu não acredite em casais lésbicos, simplesmente porque o Ruffalo é legal demais no filme, os dois tem a “vibe natureba” – e não faz sentido criar uma relação ali, se não fosse para explorá-la (seria tão mais legal do que ela simplesmente virar pra ele e dizer “eu sou gay” – tipo… usou ele pra quê então?). Vix, pronto, escrevi com spoilers mesmo. Mas tudo bem, porque nem vale tanto a pena ver. O filme é até bacaninha, rende alguns risos, talvez queira mostrar algo diferente, mas a história e a concepção em si não são nada de extraordinárias.

p.s. eu sei porque foi indicado ao Oscar. Mas só pra verem como não concordo, nem me dei ao trabalho de procurar uma foto e postar aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s