A árvore da vida

treeoflife-seanpennbythesea

(The tree of life / 2011) ****

História: uma ode à criação, à vida em sua plenitude, com recortes da morte e da vida em uma família americana.

:D: Atarantada, foi só depois de 5 minutos de projeção que eu parei, respirei fundo e disse pra mim mesma: “calma, Dê, este é um Terrence Malick”. E talvez ele esteja certo, com o mundo rápido e caótico da atualidade, é necessário acostumar o público, prepará-lo para se abrir ao que o realizador propõe. Graça x natureza; longuíssimos planos sem pressa, recortes de uma vida; o indivíduo x o universo; ângulos do ponto de vista de um bebê, de uma criança; crenças e diferenças de uma mãe, de um pai; imagens belíssimas, imagens singelas, imagens significativas; sons que enlevam ou não; sentimentos – incitações. E assim passamos do gérmen, da semente, às raízes, ao desenvolvimento, às flores, ao secar do inverno, ao oceano de novo. Ecos de 2001 – uma odisseia no espaço. Um Malick não é pra qualquer um. Pensei realmente se deveria escrever qualquer coisa sobre este filme, porque é necessário que você passe por ele, por si próprio. Li vários comentários da obra e cada um deles foi diferente, rico e sensível – porque este é o maior mérito do filme: a abertura à reflexão, ao sentir, à sua interpretação particular. Não é pra qualquer um, não é cinema pra todos, é um cinema pra cada um.

Anúncios

Uma resposta para “A árvore da vida”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s