As aventuras de Tintim

(The adventures of Tintin / 2011) **
12-tintim
 

História: um jovem curioso em busca de um tesouro junto de seus amigos.

:D: Tudo bem, eu não vou ficar zoando com o Spielberg desta vez, esta é uma aventura bem digna. Ainda temos alguma explicação dispensável aqui, um exagerozinho ali, mas o resultado final é muito bom. Os créditos iniciais à la Prenda-me se for capaz podiam me irritar, mas a homenagem ao desenho original logo na primeira cena já me baixa a guarda. O que mais me impressiona é a técnica, é o motion capture mais perfeito do que nunca, até onde será que isso vai? São sequências de ação muito bem posicionadas – a da fachada do hotel, com bicicleta e águia e água e todo mundo atrás de 3 pedaços de papel em Bagghar é estonteante, mas só o quase ser atropelado no meio do trânsito já é um “upa”. Gosto do Haddock em delírio, no vai e vem da vida passada e da atual, o mordomo me fez pensar em Hitchcock (ê, mania), Spielberg brincando de Indiana Jones de novo com o melhor humor. Parece que Peter Jackson deu uma revigorada no meu padrinho imaginário. Algumas coisas me deixaram um pouco cansada, porém, talvez seja ação demais – talvez eu esteja velha demais mesmo, sem conseguir me divertir ou acompanhar tanto quanto deveria. Mas uma coisa é certa: a melhor coisa do filme pra mim foi o Milu! Que graça, em qualquer cena lá estava ele fazendo algo divertido, mesmo que o foco não fosse ele – todos os filmes deviam ter detalhes assim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s