J. Edgar

(J. Edgar ;2011) **
12-jedgar-poster
História: o desenvolvimento do FBI e a história de J. Edgar Hoover.

:D: Err… eu já falei que sou leiga em política, certo? Vocês devem se perguntar por que eu assisto a estas coisas (é o Leo DiCaprio! – hahaha, também). Fato é que, não importa. O filme é bem didático, chato até, narração pelo próprio biografado, alternando o presente, prestes a se aposentar, e o passado, quando ajudou a construir uma das maiores e mais fortes organizações norte-americanas. Mas… (ainda bem que temos o “mas”!) Nós temos as nuâncias. Temos nosso pensar duvidoso, temos a controvérsia – J. Edgar tinha aqueles hábitos e rigidez repreensíveis, além do desejo de eloquência, ao mesmo tempo em que tinha seus motivos e patriotismo, e ousadia, determinação, lógica, pulso. É a construção dos personagens combinada à trama – ambos velados, com intensidades não explícitas, com abertura à nossa interpretação; é isso que dá força ao filme.
120203_jedgar
! Spoilers!

Agora, eu enrolei, enrolei, só pra provar que é um filme sério. Pra vocês não darem tanta risada de algumas cenas que considero marcantes. O beijo. Aquilo sim é um beijo, hein. Com todo o contexto, tudo que o envolvia, inesquecível. E Edgar colocando o colar e o vestido (lembrei de Psicose – ê, mania). E já com a maquiagem pesada (e é triste ser simplória, mas o trêmulo de Armie Hammer realmente me comoveu), ver o jantar com tudo o que se sabe, com o beijo na testa. Não preciso dizer mais nada. Vocês sabem que eu chorei, né.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s