Melancolia

(Melancholia / 2011) ***

 
melancolia

História: 2 irmãs, uma casando, outra desesperada, ao choque de Melancolia.

:D: Eu odeio Lars Von Trier, que fique dito. Ele é um manipulador, um sensacionalista (no sentido de querer causar sensações), um explorador do sofrimento alheio sem vergonha. Acabou comigo com Dançando no escuro (pior do que Menina de ouro, do Clint) e agora me deixa em depressão por dias. Achei que tinha perdido algo na primeira vez que vi, mas que nada. Imagens plásticas que vão orientar a narrativa, as garras dessa tristeza que nos torna imóveis, “eu sorrio, eu sorrio, eu sorrio”, os cavalos, o temor com um brinquedo de criança, numa fragilidade crescente, cada quadro uma pintura e Wagner – e a “cabana” no final. O cara que diz que um filme deve ser uma pedra no sapato consegue, odeio Von Trier por cumprir seu intuito mesmo que pela lei de Maquiavel – admiro-o como realizador e tenho medo porque se um dia nos encontrássemos na vida real, tenho certeza de que teríamos algo em comum.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s