Shame

shame-poster
(Shame / 2011) ***

História: um rapaz abalado em seu vício com a chegada da irmã.

:D: tá, tem nu frontal, e daí. Pra mim, a cena em que ele come com os olhos a garota no metrô é bem mais intensa. A projeção é de sexo estampado sem pudor algum, nessa busca incessante do nosso anti-herói – numa noitada na rua, num momento de impotência, num clube homossexual, num ménage à trois… É sua compulsão, uma obsessão confrontada pelo único possível elo afetivo que esse sujeito tem na vida – uma irmã, tão perturbada quanto. (E, na minha simplória opinião, um trágico desejo contido aí). Um homem que poderia ser considerado bem sucedido, com tudo certinho na vida, sofre de frieza – cinza, com lágrimas verdes. Que mundo é este, em que um pouco de calor é tão difícil? Que vergonha. Por isso é tão doída essa versão de New York, New York.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s