Um método perigoso

adangerousmethod
(A dangerous method / 2011) **

História: o falado embate de ideias entre Freud e Jung, e uma paciente.

:D: meio chato, hein. Tudo bem, eu é que estava esperando demais. Afinal, Fassbender (correto), Viggo (que nunca mais vai me lembrar o Aragorn), psicologia sexual… e? Keira me irritou (embora acredito ter sido proposital, querer nos causar aflição extrema), é tudo muito falado, inclusive os recursos narrativos. Há o bom trabalho de figurinos e apetrechos, entendo a dificuldade em passar pra tela essa ruptura de teorias, mas o diagnóstico final foi: não me empolguei em quase nenhum momento. Um pouquinho só quando discutiam sonhos e o “perder autoridade” do Freud, mas muuuito com o Vincent Cassel, atrevido, o único que realmente me fez sentir um pouco de paixão em seu personagem.

“às vezes temos que fazer algo imperdoável pra continuarmos vivendo”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s