Das últimas e novos caminhos

Os amigos sabem que este é um blog de viagens. Como num bom guia do mochileiro dos cinemas (aventuras para as quais é preciso sim, coragem, disposição, amor, destino, um pouquinho de dinheiro, estar aberto ao que der e vier), tento deixar as placas sinalizadas – facinho, facinho – do que você pode encontrar ao se embrenhar por tal ou tal. E são dicas da minha experiência pessoal, cada um faz sua própria jornada, né.

Pois bem. Esta mochileira aqui decidiu agora empreender um caminho de mais aprendizado, pegar estradas mais a sério. Por conta própria, sozinha mesmo, com a cara e a coragem, como um bom mochileiro deve fazer.

Planos de destino:

– visitas pra conhecer um novo amigo (tradução: um diretor por mês)

– passeio com o Delórean (algum filme importante para história do cinema)

– voos de improviso (o que o sr. universo do cinema nos trouxer)

*** Últimas notas (Junho 2012) ***

Em termos práticos, o textinho aí de cima é pra dizer que decidi passar menos tempo pensando bobagens e mais tempo estudando. Isso significa que vou ter menos vida social (menos???!!) e ficar mais em casa, provavelmente entram menos estreias atuais e mais significado nas escolhas de filmes por aqui – ainda assim, os de tela grande continuam ganhando um post só deles.

Só pra constar, em junho eu ia fazer maratona de Game of Thrones, temporada 1 e 2 de uma só vez, mas aí li isto aqui no Legendado, e este outro, e… desisti. Sim, Denichan: uma pessoa preguiçosa. E, quem sabe, tava vendo sobre velhos pessoas de melhor idade que voltam a estudar, talvez eu volte na empolgação com Community.

Crepúsculo dos Deuses *****

(Sunset Boulevard / 1950)
sunsetboulevard

:D: finalmente entendi de onde saíram algumas caretas do Jim Carrey! É, pois é. Um dos filmes mais conhecidos de Hollywood, não por menos. Na história de uma diva esquecida do cinema mudo, Billy Wilder faz um marco, a indústria criada, as relações pessoais, a adoração da (própria) imagem, tudo um pouco ostentoso demais, tudo um pouco falso demais.

Gato de Botas **

(Puss in Boots / 2011)

:D: a franquia Shrek nos trouxe piadas de referências bem engraçadas e personalidades inusitadas. O gato de botas ganhou as graças do público e um filminho só seu, pra brincar com Humpty Dumpty de procurar ovos de ouro. A galinha eles encontraram, já as risadas e o encantamento… pecou um pouquinho. Mas eu gosto de gatinhos, ainda mais brincando com as luzinhas coloridas, cuti-cuti.

Namorados para sempre ***

(Blue Valentine / 2010)

:D: gentem, isto aqui é uma tristeza (não se enganem por esse título sem vergonha). Alternamos entre o início de um relacionamento e um esfacelamento. O flerte e o ukelele tão bonitinhos, o abraço numa tentativa de aborto, o azul do motel com o cara chorando por não conseguir bater nela. Vou repetir: alguém aí me dá um Ryan Gosling de presente, vai.

Fahrenheit 451 ***

(1966)
fahrenheit451

:D: em homenagem ao Ray Bradbury… mas quando eu li o livro jamais imaginaria que Truffaut + Herrmann conseguiriam me dar tanto calafrio – isto é um filme de terror. Só os créditos iniciais com as antenas já prenunciam, mas não é aterrador imaginar esse futuro de livros incendiados e ter que confiar na memória de homens-livro (a humanidade andando pra trás)? Claro que temos e-books e a história é datada, mas é tudo tão estranhamente apresentado (que mise-en-scène!), inclusive a Linda e a Clarisse a mesma atriz, os olhares, os atores de TV interativa, os enfermeiros trocando sangue, o poste de bombeiro que não funciona, o corredor com alunos decorando tabuada, o policial tirando um mini-livro do bebê, a velhinha do castelo mal assombrado de livros, o show da mídia perseguindo Montag… sinistro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s