Yo soy Betty, la fea – Ep. 170 – 174

Semana pós dia de finados, que aliás foi um feriado estranho, de corpo cansado e sem vontade de fazer nada até inflamar a garganta lá pelo meio da semana…

… na novela, será que os telespectadores se sentiram “morrer” um pouquinho, assim como eu? Fiquei com o coração na mão, quando Armando, depois de declarar que não consegue tirar Betty do seu coração, diz que vai fazer o que ela pede e vai deixá-la em paz, e depois sai em viagens para ficar um mês fora… Porque a gente sabe que Betty só está falando que não liga para se proteger, sabemos que na verdade ela o ama, ai ai.

Talvez isso me toque porque sei bem como é; instintivamente, tentamos nos proteger (muitas vezes de um jeito bobo), inventar desculpas ou explicações para não admitir algo, responder algo só para não darmos o braço a torcer – se pararmos pra pensar, é apenas nosso orgulho ferido. Claro, é difícil admitir que erramos, que não somos tão bons assim, que falhamos. Mas nós somos apenas humanos, não é mesmo?

Isso, e coração é burro.

* * *

 

Ep. 170 (04/11/2013) – original colombiano Cap. 149

Betty pede para consultarem as pastas, e Nicolas vai explicando sobre todos os dados contidos, incluindo os custos para a mudança de estratégia da empresa e a previsão de recuperação das finanças. Marcela nota o investimento em Miami, Betty explica que seria muito caro ter um depósito lá, Palm Beach poderia ser somente loja e Miami uma distribuidora, o que seria bom nos Estados Unidos; Nicolas acrescenta que já tem estrutura administrativa, seria apenas o caso de designar alguém para cuidar desse ponto. Mário sugere que seja Marcela, pois antes era ela quem cuidaria de Palm Beach; a executiva reclama que estão querendo vê-la longe dali, Armando argumenta que a pessoa não precisa morar lá, e depois ela também não precisa aceitar essa responsabilidade. Além disso, acrescenta que se ela acha que é tudo um complô, que saiba que ele também sairá do país e voltará para o lançamento da coleção. Essa notícia nem Marcela nem Betty esperava, eles se põe a analisar as cifras, Nicolas comenta que um novo lançamento faz parte da estratégia e Betty acrescenta que Marcela terá ao seu dispor o pessoal que desejar para esse evento, conforme o orçamento. A presidenta pergunta a Hugo sobre a nova coleção, ele reclama que ainda tem que trabalhar nos modelos para as “amigas” de Betty, que expõe ser fundamental para a nova imagem da empresa. Hugo pede um suporte, especialista para combinar cores entre maquiagem, cabelo e roupa; Betty pede para ele convidar a pessoa que o assessorará, pois negociarão com ela, com certeza será de valor para a empresa e a EcoModa cobrirá esse custo. Sobre a avaliação da coleção, Betty diz que para isso Marcela, Mário e Armando estão à disposição; Hugo destrata Gutierrez, que ele ficará trancado durante a coleção, Betty pergunta se a EcoModa apresentará modelos masculinos, quando Hugo confirma, ela pede para que Gutierrez também esteja bem vestido.

Em seguida, Betty pede para Catalina avaliar os custos para o lançamento como um grande evento, inclusive para checar a lista de convidados com Armando; Catalina fica curiosa, pois estão em plano de austeridade, e Betty explica que desta vez a empresa não arcará sozinha com esses custos, serão compartilhados com outras empresas e por isso precisam de um grande lançamento. Por fim, Betty pede para que Armando explique seu plano de negócios, ele expõe os lugares que ele e Calderón pretendem visitar, diz que ficarão as estimativas de custo também já estão em uma pasta que ele entrega para Nicolas analisar. Armando pede para se retirar, Betty agradece a atenção de todos e Marcela pede para conversar com Catalina.

A oxigenada estava ouvindo atrás da porta, quando Sofia e Berta a pegam no flagra, ela diz que precisa conversar com Betty, conversa com o próprio celular, pois foi a única coisa digna que lhe sobrou. Patrícia liga para sua mesa para ver se ainda está funcionando, quando Freddy vem sugerir que Paty procure saber do carro, se já foi leiloado, quem sabe ela não dê sorte. Patrícia procura o advogado, fica sabendo que ainda não leiloaram o carro, que o embargaram com pressa só por segurança… e a ligação cai, ou melhor, o celular foi cortado!

Catalina conversa com Marcela, conta que Betty esteve trabalhando com ela desde que saiu da empresa, que confia nela como profissional. Marcela diz que Betty deve ter tido muito tempo para se lamentar com Angél, mas pede para que preserve sua intimidade e que seja lá o que ela contou, isso não saia da empresa. Catalina garante que se fosse o caso, já teria acontecido e tenta explicar que só porque está do lado de Betty, não significa que ela está contra Marcela.

Paty vai choramingar com Betty, pede um aumento e o adiantamento desse aumento, conta que perdeu tudo e ainda está devendo condomínio etc. Betty pergunta como as do quartel ganham menos e conseguem viver bem, oferece seus serviços para ajudar Paty a organizar suas contas; a oxigenada diz que não se pode comparar seu estilo de vida com as delas, pois já foi casada com um homem rico, se gaba de novo dos seus 6 semestres de San Marino – Betty responde que ela só fez os semestres que ensinaram a gastar, mas faltou os que ensinam a pagar! Betty também conta que, se fosse pelos estudos, ela deveria ter ganhado 3 vezes mais enquanto assistente; ela menciona estar bolando um plano de ajuda para os empregados – só que o carro financiado não seria de luxo e os tickets alimentação seriam para restaurantes caseiros. Patrícia não aceita essas condições, e apesar de todas as lamúrias, Betty diz que não pode ajudá-la, principalmente quando deveria ajudar outros que precisam mais.

As meninas cobram de Betty o almoço, já que Mariana tinha ficado de ler as cartas de novo; como Betty está muito ocupada, pede para almoçarem na sala de reuniões, e quando vão pagar Freddy pelas marmitas, Aura Maria busca a bolsa e ao pegar a carteira, vê a foto de Betty com Michel! Todas do quartel ficam curiosíssimas.

 

Ep. 171 (05/11/2013) – original colombiano Cap. 150

Betty fica meio sem jeito, mas acaba contando que na foto está um amigo francês de Catalina que conheceu em Cartagena, as meninas pedem para olhar de novo a foto e se derretem todas. Mariana abre as cartas e vê que há dois homens que pensam muito nela: um está na pior fase da vida, é obscuro e o que está passando tem a ver com Betty; o outro é pura luz e sol, tranquilo, e mesmo longe pensa nela sempre. Mas o lado ruim é que Betty vai enfrentar muitas turbulências e vai aparecer uma mulher que vai fazê-la sofrer.

Paty chora porque cortaram seu celular, Nicolas passa e fica sabendo, ele se condói e dá seu próprio celular para a oxigenada usar enquanto o dela não é reativado. Mais tarde, chega o motorista de Daniel Valencia para buscar Betty; ela explica para Nicolas que Daniel a convidou para jantar, Nicolas indaga por que ela aceitou sair com uma pessoa tão suspeita e perigosa, Betty acha que Daniel só quer humilhá-la, provar que ela não está ao nível social de uma presidenta. Armando e Mário ouvem sobre o local do jantar quando Betty dispensa o motorista, Mário sabe que essa é uma tentativa de seduzi-la, Armando completa que ele sabe que Betty o tem em suas mãos. A dupla precisa arrumar as malas, Marcela vem se despedir, mas Armando nem quer dar um beijo, só avisa que irá depois para seu apartamento.

Chegando no restaurante, Betty pede um suco de amora e já vem falando que só bebe perto de quem é de sua estima! Daniel começa falando de ressentimentos e Betty diz que não guarda rancor e ódio por ele, Daniel pede para brindar e ela brinda às pessoas prepotentes e arrogantes que acabam um dia de joelhos. Daniel pergunta se ela o considera assim, Betty argumenta que em outros tempos ele nunca iria até sua sala e a convidaria a jantar, Daniel diz que ela se tornou muito atraente e que até se espanta que ela tenha aceitado voltar à empresa. O garçom chega e Daniel pergunta se ela quer que ele peça, Betty não se deixa intimidar, admite que não entende e quer algo simples, aceita a sugestão do garçom e depois ainda se gaba que é bom para a EcoModa que a presidente se contente com um estilo de vida simples, já que estão em regime de contenção.

Armando chega e fica espionando o jantar. Daniel tenta jogar papo sobre gastronomia, Betty pede para deixar de rodeios e ele fala diretamente que precisa de um adiantamento do que ele receberia como sua quota de pagamento, Betty diz que é impossível e que ele perdeu uma fortuna se esse era o intuito do jantar; vai pedir a conta, mas Daniel pede para que continuem ainda a conversar. Ele provoca, pergunta da vida sentimental, sobre o namorado, Betty diz que terminaram e sua vida íntima não lhe interessa; ele continua a cutucar, dizendo que seu novo look a permite opções melhores e ainda pergunta da vida sexual, se melhorou! (Quase dá pra ouvir Patrícia exclamando “descarado!”). Betty diz que desfrutava melhor quando era feia e se levanta, Daniel diz que não quis ofendê-la, Betty declara que é desnecessário dissuadi-la e deixa a gorjeta para o garçom.

Saindo do restaurante, Betty se depara com Armando, que não a deixa ir, pergunta como ela pôde sair com esse sujeito… Betty diz que foi só um jantar de negócios, Armando não acredita porque eles poderiam ter conversado na empresa, Betty lhe pergunta se ele tinha medo que Daniel pretendia seduzi-la para controlar a empresa, e lhe joga na cara que é exatamente a mesma estratégia. A diferença é que a agressão de Daniel era escancarada e não dissimulada com o melhor amigo, descoberta por uma carta… De repente, Daniel está saindo e Betty puxa Armando para que ele não os veja, pois teme que Marcela e outras pessoas fiquem sabendo, Armando aponta para ele, dizendo que Daniel nunca se apaixonaria por Betty como aconteceu com ele. Betty diz que quer evitar problemas, Armando diz que o maior problema é que não consegue tira-la do coração, Betty não acredita e pede para deixa-la em paz – Armando responde que vai viajar e finalmente ela terá o que quer.

Ao chegar no apartamento, Marcela pergunta por que ele não contou a ela que ia ficar fora por tanto tempo. Armando diz que ele vai, mas Betty vai ficar e que Marcela não se preocupe, parece que vai embora de vez, mas é só um mês. Marcela acha que ele não sabe o que quer e que pretende se afastar de ambas, e vai se deitar.

No dia seguinte, tanto Marcela quanto Betty estão tristes e sabem que vão ficar um mês sem ver Armando. Nicolas oferece seu ombro amigo à Betty, mas pede para ela se animar. Marcela pede para Patrícia reservar o primeiro voo para Miami, que dali a um mês sua vida vai se definir…

 

Ep. 172 (06/11/2013) – original colombiano Cap. 151

Paty pede o carro de Marcela emprestado, fala com o pai ao celular e diz que pode passar esse novo número para todos. Betty precisa encontrar Nicolas para passar no banco e assinar promissórias. Chega Elizabeth, uma senhora amiga de Hugo que vai ajudar a ajeitar as meninas do quartel, para combinar as melhores cores para cada uma. Inezita vai chamando de duas em duas pessoas os funcionários para receberem conselhos de Elizabeth. Primeiro vão Berta e Sofia, depois Aura Maria e Mariana.

Enquanto isso, Marcela precisa dos dólares e confirmar a passagem, então fala para Patrícia localizar o Vice-presidente financeiro… Aura Maria ligou para o celular, mas diz a Betty que quem atendeu foi uma mulher muito grosseira. Depois, Betty também liga, primeiro fazendo outra voz, e aí confirma que é Patrícia quem está com o celular. Marcela vem toda irritada falar com Beatriz sobre a necessidade de encontrar Nicolas, Betty pede para ela perguntar à sua amiga, e que perceba que isso não é um complô contra ela, afinal. Marcela pergunta como pode estar com o celular do “ex-amante” – o que Sandra ouve e conta para as meninas. Paty diz para Marcela que prefere não ter dignidade do que não ter celular.

Sandra e Gutierrez são os últimos a ver Elizabeth. E finalmente Nicolas volta à empresa. Marcela vai reclamar com Beatriz novamente e as duas acabam discutindo, Marcela diz que Betty ainda sonha em reconquistar Armando, Betty diz que se fosse por sua escolha, seria a primeira a sair da empresa, então diz que vai embora da empresa. Nicolas as interrompe, pergunta o que aconteceu e diz para Marcela que ela não tinha avisado, mas Marcela diz que não lhe deve satisfações. De qualquer forma, ele resolve, fala para as duas que não é hora de renúncias, que precisam se concentrar em recuperar a empresa. Marcela sai falando que terão um mês longe uma da outra e que quando voltar, espera que arranjem um jeito de se suportarem. Betty repreende o amigo depois, se ele não tivesse emprestado o celular, teriam evitado todo esse problema; pede para Nicolas recuperá-lo, para esquecer da suposta culpa que sente pela oxigenada ter perdido tudo, porque a conta não sairá barata. Nicolas diz que ele sabe das suas coisas , que ele não vai pedir de volta o celular… depois ele afirma que não quer nada com ela, ele sabe que depois da empresa se recuperar, eles não vão poder mais manter o mesmo cargo. Betty diz que a empresa pode se recuperar em três meses, mas só é preciso 1 mês para Patrícia acabar com as contas de Nicolas. Ele também fala que Marcela mexeu com Betty e a presidenta diz que prefere não pensar, ele fala que dali a um mês ele quer só ver como ela vai ficar quando rever Armando.

Marcela entrega as chaves do carro para Patrícia, mas pede para a comparsa que a informe de tudo o que acontecer na empresa, especialmente se Betty sair de viagem.

Passa um mês e Betty está chegando na empresa, quando as meninas perguntam sobre o lançamento da nova coleção, Betty garante que elas estão convidadas e que ainda poderão estrear o look novo que Hugo veio preparando. Nicolas chega também, com o ex-carro da oxigenada! Betty diz que não gostou, mas ele segue andando, dizendo que o carro é para ele. Patrícia desce do ônibus e vê o carro, se emociona, diz que sabe que o carro é dela, fica extasiada… logo vai para a sala de Nicolas e pergunta como vão negociar, pede para ser em parcelas modestas, Nicolas diz que ela não precisa pagar nada, a loira pergunta se vai lhe dar o carro sem mais nem menos; Nicolas diz que comprou o carro para ele. Patrícia não acredita, sugere que ele tinha feito ela perder o carro de propósito, Nicolas diz que ele é um homem de negócios, Paty dá uma bofetada nele e sai falando com o pai pelo telefone, super chateada.

Betty vem conversar com o amigo, Nicolas admite que queria chamar a atenção e pensou que talvez pudessem se aproximar por causa do carro. Aí ele pergunta de Betty, aposta que ela está ansiosa para ver o “cabeção” de novo. Em pensamentos, Betty confessa a si mesmo que está muito ansiosa, inclusive para ver se ele mudou alguma coisa depois dessa viagem.

 

Ep. 173 (07/11/2013) – original colombiano Cap. 152

Armando chega e pergunta à Paty por que Marcela ainda não voltou de Palm Beach, a oxigenada admite que não conseguiu um voo; ele também anuncia a Sandra que espera uma visita de Caracas. Aura Maria vai entregar uma lista de convidados para Betty e aproveita para avisar que Armando chegou, mas informa que ele não perguntou dela. Freddy vem entregar as correspondências, Aura Maria pergunta até quando ele vai ficar em cima do muro, falando que vai estar velhinha e ainda não vai saber, ele responde que vai estar velhinho e ainda perguntando quem é o “primo” dela… Aura então diz que está tudo terminado, a partir daquela noite estará livre e ela e as meninas inclusive vão ao desfile de lançamento.

Nicolas recebe a conta de celular e se espanta muito. Paty também está desesperada com alguma conta. Paty ouve que as meninas vão ao desfile, diz que não podem ir, Aura e Sandra contam que foi a presidente quem as convidou. Armando se dirige à sala de Betty; e Marcela liga, a oxigenada fala para ela chegar logo, conta que as meninas estão dizendo que ela não poderá ir ao lançamento e que Armando já chegou e está fechado na sala com a “Garfield”… Armando entrega relatórios para Betty sobre possíveis investidores, a lembra dos convidados de Caracas e que será possível fechar um grande negócio ainda nessa noite – logo depois ele sai. Betty apenas responde, respira fundo e mantém a compostura.

Catalina chega e pergunta à Betty como foi o reencontro com Armando, ela conta que só falaram de negócios, mas ela sente que Armando voltou bem mudado, mais animado, parece que a viagem lhe fez bem e ainda afirma a Catalina que prefere esse, parece que vai deixá-la em paz. Eles começam o comitê, Betty confirma com Catalina sobre o artista do evento e quando estão vendo a lista de convidados, Sandra interrompe a reunião para avisar que chegou Alexandra Sing para Armando. Ele vai recebê-la, uma mulher lindíssima, e a trata muito bem, diz que vai mostrar que as noites de Bogotá podem ser tão sedutoras como na Venezuela, pede para Aura Maria avisar que não poderá continuar no comitê, Sing volta a comentar que veio “desorganizar sua agenda”. As meninas, inclusive Paty, mal podem acreditar. No comitê, Catalina apenas observa a reação de Betty diante dessa novidade.

Na sala de Armando, ele diz que poderá mostrar toda a empresa e a fábrica para Alexandra, ela se insinua, Armando dá um sorrisinho, diz que fica sem jeito, quando são interrompidos por Sandra, perguntando se querem algo para beber – claro que é uma desculpa para bisbilhotar se estava rolando algo. Depois conta para Mariana e Aura que não tinha maquiagem na roupa, nem nada suspeito. Eles saem para Armando mostrar a empresa, quando Armando percebe que ela está com frio e ele a abraça de lado, esquentando seu braço. Eles vão depois para a área de Hugo, que lhe adverte que Armando é um conquistador, mas ela diz que não provou ainda.

Depois, as meninas chamam até Inezita e contam pra Betty o que aconteceu, que acham que ele teve um caso em Caracas, mas Betty responde que esse é problema da Dona Marcela. Nicolas também os vê passando e Betty só o pega de olhos saltados, ele fala que estava admirando a bonitona e Betty fica meio sentida. Depois que saem para a fábrica, as meninas discutem com Paty, a loira diz que não fez 6 semestres na San Marino para ser espiã, e fala que vai “tomar um ar fresco”. Elas também querem espionar, e todas olham para Berta, pois tem que ser alguém que entende do assunto.

(!) as meninas do quartel não percebem, mas Armando para na frente da sala da presidência e ao falar de Betty dá um sorriso de lado, como se sentisse algo especial…

 

Ep. 174 (08/11/2013) – original colombiano Cap. 153

Armando mostra a área de corte para Alexandra, explica que com as franquias poderão produzir muito mais, Sing pergunta por que ele saiu da presidência, ele diz que acabou fazendo um plano muito audacioso, Alexandra diz que ele não precisa explicar nada, que ela só veio “desorganizar” sua vida, Armando diz que ela veio para alegrá-lo. Então, pede licença e aborda Patrícia, que estava tentando espiar disfarçada, Armando a arrasta pelo braço e apresenta a Alexandra, dizendo que é secretária de Marcela Valencia; em seguida a “despacha”.

Eles seguem para outro setor, Alexandra vê alguns modelos, sente o tecido e pergunta se pode experimentar, Armando diz que sim e Sing dá uma voltinha… quando Armando avista Berta e vai até lá, pega-a no flagra e pergunta o que ela está fazendo, depois a despacha também. Alexandra pergunta se é um serviço de inteligência, Armando diz que acha que não, mas que Alexandra causou um rebuliço entre as meninas da empresa. Quando Aura Maria conta a Betty sobre Armando ter pego Paty no flagra e depois Berta, Betty adverte para que não o sigam mais, senão vão pensar que foi a seu mando.

As meninas vão para o ateliê de Hugo, para serem arrumadas para o evento à noite. Hugo está todo irritado, Gutierrez também chega e Johnny pergunta se ele não quer tirar a barbicha… hahaha

Enquanto isso, Betty está com os nervos à flor da pele, com os preparativos para o lançamento, em vários telefonemas. Até o pai diz que sente que ela está muito tensa, mas logo depois está pedindo faturas que Betty não têm, é preciso ver com as meninas.

Armando mostra um dos pontos de venda, uma grande loja da EcoModa. Alexandra diz que gostaria de conhecer a pessoa que decorou e montou a loja, Armando conta que é Marcela, Sing deduz que talvez ela não queira colaborar e pergunta se deve ir com colete à prova de balas; Armando responde que Marcela só fica brava com ele, e poderão se encontrar com ela mais tarde. Em seguida, Armando comenta sobre a nova estratégia, mostrando a Sing uma das assessoras de moda, Alexandra diz que também quer conversar com a presidente, que teve a ideia dessa nova estratégia.

Mário Calderón também chega na empresa, e estão no corredor Betty, Hermes e Patrícia, quando chega Armando e Alexandra. Armando apresenta sua convidada, Mário fica impressionado e até Hermes fica encantado; Armando explica que mostrou o ponto de vendas e Alexandra diz que gostaria muito de conversar com Betty. Na salinha deles, Calderón fica provocando o ex-presidente, Armando se irrita, diz que não vai deixar Mário envolvê-la com seus comentários lascivos. Mário diz que respeita se for aquisição só de Armando, mas eles sempre contaram um para o outro as intimidades, Armando só responde que esses eram outros tempos.

Na conversa entre Betty e Alexandra, Betty diz que Armando é realmente muito amável e gosta de tratar muito bem seus convidados, Alexandra conta que ele deve se sentir na obrigação, em retribuir porque ela o levou para conhecer as lojas em Caracas. Sing também conta que Armando parece conhecer Betty muito bem, que sempre falou bem dela, que parecia ter muita admiração por ela. Betty se impressiona, confirmando que Armando às vezes têm atitudes inesperadas. Alexandra diz que ficou curiosa sobre a nova estratégia da empresa e pergunta de onde tiraram essa ideia – Betty responde que foi de uma feia, que está bem à sua frente, só com algumas roupas e maquiagem melhores. Betty indaga se Armando não comentou que tinha uma assistente feia, que com algumas arrumadinhas, assumiu a presidência. Ao se despedirem, Alexandra diz que não há mulher que não se sinta feia em algum momento do dia.

Hugo vem trazendo o “show de horror”: todas as secretárias, e Gutierrez, estão com novas roupas e cabelo renovados. Hugo pergunta se está satisfeita, Betty responde contente: “muito satisfeita!”. Hugo puxa Inezita pela mão, para seguirem ao hotel. Armando também as vê e solta um “uau”, depois oferece carona para Alexandra até o hotel, pois ele também vai se trocar em seu apartamento. As meninas do quartel perguntam à Betty o que ela conversava com a venezuelana, as meninas todas estão com ciúmes e inclusive perguntam se ela não acha que Alexandra está atrás de Armando. Betty garante às meninas que Alexandra é uma convidada muito especial, que não é como pensam, mas finaliza dizendo que é muito perigosa, é uma mulher do mundo!

Voltando à sua sala, Betty conversa com a mãe e depois avisa ao pai que ambos vão acompanhá-la no evento. Logo que o pai sai da sala, Betty liga para Catalina e pergunta se Angél pode ir com ela para o evento – Betty quer ficar bem bonita para esta noite.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s