Audiovisual – semana #4

(17/03/2014 – 21/03/2014)

Parece até que desde que voltei de viagem tenho andado cansada e com sono. Ando com o livro do Aumont (resgatado de uma caixa, com sublinhados de 10 anos atrás), pra lá e pra cá, e não leio nada! É, o corpo denuncia mesmo que já não se tem 18 aninhos…

17/03 – História do cinema

O assunto da vez é D.W. Griffith! O “inventor” do plano americano e da montagem paralela… Vimos alguns curtas da época da Biograph. “A corner in wheat” (1906); “The girl and her trust” (1912); “The musketeers of pig alley” (1912). E, claro, um trecho de “Nascimento de uma nação” (1915) **.

18/03

– Projeto integrador

Sobre a decupagem de um roteiro, para formar o plano de produção e o orçamento. Exemplos de planos (PG, PM, PP, PPP, plano americano). Câmera no eixo e fora do eixo (steady cam, grua, dolly).

– Introdução à direção

Arco dramático e lógica interna do roteiro. Proposta de um filmete apresentando a si mesmo em imagens (já sei o que vou fazer!); para a próxima aula, ideia de curta de 2 min em preto e branco.

19/03

– Tecnologia do audiovisual

Seminário sobre o advento do som: ondas de rádio, conversão de onda sonora em luz, vitaphone (som em disco), som óptico (banda sonora na película), transformações nas filmagens… (vontade de rever “Cantando na chuva”/1942; indicação do profi: “Chantagem e confissão”/1929 do Hitchcock).

– Fundamentos da imagem

Sobre alguns pintores – para escolhermos e uma de suas obras para análise. Caravaggio, Rubens, Rembrandt, Vermeer, Goya, Delacroix, Courbet, Manet, Renoir, Degas, Millet, Monet. (Vix, vai ser difícil escolher!)

20/03 – Narrativa e argumento

Sobre o modelo de narrativa clássica hollywoodiana. Vimos “A felicidade não se compra” (1946) ****. (é, não se compra mesmo. Poder rever um filme que adoro como parte da grade curricular: não tem preço).

21/03 – Cultura e Teoria da comunicação

Sociedade de massa e comunicação de massa. Separação de textos para seminários a partir da próxima semana (queria da interpretação, mas fiquei com eurocentrismo… tudo bem). O profi também dispensou a gente mais cedo pra podermos ver um curta de um ex-aluno que ganhou edital. “A melhor lembrança que guardei do fim do mundo não durou nem um minuto” (ou algo assim, até o diretor brincou que a fala mais longa é menor que o título…)

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s