Livre

(Wild / 2014) **
2014-wild

Historinha: uma jovem quer se redimir fazendo a trilha do Pacífico.

:D – na verdade, sem contar Oscar nem nada, eu queria ver este porque eu sempre quis fazer um mochilão – fosse pela Europa, pela América do Sul, qualquer lugar. E, sendo mulher, sempre fui consciente sobre os riscos de sair pelo mundão afora sozinha: o medo de ser estuprada ou encontrar caras mal intencionados no meio do caminho, ser pequena e não conseguir carregar tudo que eu precisasse, me encontrar sem água e sem comida e não ter o que fazer sobre isso, não ter preparo físico o suficiente… Todas essas dificuldades são mostradas mesmo.

–  a sensação de alívio que sentimos quando ela consegue ajuda pela primeira vez (comida quentinha e não um bêbado aproveitador), ou nas paradas que faz, quando vemos a beleza dos cenários.

– a cena mais terna do filme: quando a mãe (Laura Dern) está cantando na cozinha e Sarah pergunta se ela não entende: eles não tem “nada” e ela ainda está feliz? Poderia ser um simples “não me arrependo de nada”, mas uma boa atriz realmente consegue nos emocionar.

 

D: – o recurso de alternar a trilha com o flashback parece norma nesse tipo de filme, mas aqui acaba ficando cansativo.

– não sei se o público realmente se convence da motivação de Sarah (Reese Witherspoon) em encarar essa trilha.

 

Livre teve indicações para melhor atriz e atriz coadjuvante. Apesar de gostar muito da Laura Dern, eu não daria um Oscar por este papel especificamente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s