Whiplash

(Whiplash / 2014) ***
2014-whiplash

Historinha: um rapaz sucumbe na busca pela excelência tocando bateria.

:D – ter seu filme indicado ao Oscar aos 30 anos de idade e com um trabalho que é praticamente seu primeiro sério como diretor? Não é pra qualquer um. Damien Chazelle também foi roteirista de Toque de mestre (2013), que trata de um tema parecido, a excelência no desempenho musical, e trazia dois caras que também são apaixonados por música (Elijah Wood e John Cusack). Parece que esse é um mote reincidente para Chazelle e aqui ele o aborda com um vigor cortante, intenso e sem dó – praticamente como o próprio professor interpretado por J.K. Simmons.

– atuações tão vigorosas quanto o ritmo da bateria de Andrew, tanto de J.K. Simmons quanto de Miles Teller, trazendo tudo o que seus personagens lhe pedem.

– fantástica a cena em que Andrew está correndo pra chegar a tempo na apresentação, buscando as baquetas que tinha esquecido. Sabemos que aquilo só pode dar errado, só não esperávamos que nos fosse mostrado de dentro do carro com a câmera girando… e que ele ainda ia conseguir sair dos escombros e querer sentar pra tocar.

– a cor mais escura logo no início, quando ainda praticava escondido, buscando por uma chance no holofote; a luz quente da sala da banda no ensaio com Fletcher, sendo o lugar “quente” em que Andrew queria estar; a confusão de visual e desfoque quando Andrew já perdera todo o senso.

– adoro quando ele liga pra garota e descobre que ela já estava namorando outro. Porque a vida é simplesmente assim.

– a tensão do revezamento entre os três bateristas. O embate criado entre professor e aluno ao final, que dá a impressão (falsa) da reação de Fletcher. Como tudo é montado na nossa mente na parte final do filme para entendermos as motivações maiores do professor, e ao mesmo tempo em que achamos terrível, é também impressionante.

 

Whiplash foi indicado a melhor filme, ator coadjuvante, roteiro adaptado, montagem, mixagem de som. Eu daria pro J.K. Simmons, embora ache que depois de ver Birdman (2014), devo torcer pro Edward Norton (que deveria é ter ganhado em As duas faces de um crime (1996)).

Anúncios

One Reply to “Whiplash”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s