Ida

Ida / 2013 ***
2014-ida
Historinha: uma jovem que será freira visita a tia para saber sobre os pais falecidos.

:D quadros belíssimos, ajudados pelo trabalho de luzes e sombras da fotografia. Aquele vitral no celeiro, o foco em Anna com luzes desfocadas enquanto ela observa o saxofonista, as luzes quando se abrem janelas, são só alguns exemplos.

– a Agata que faz Anna me lembra a brasileirinha Débora Falabella, uma graça, que nem precisa falar pra expressar pureza e curiosidade, dúvida e força própria.

– enquanto descobrimos que a freira é judia, na empreitada em busca pelos pais, vamos descobrindo aspectos de guerras que não deveriam mesmo ser enterrados de qualquer jeito. E a narrativa ainda comporta a própria dúvida de vocação religiosa.

– como um brinde, a trilha inclui Coltrane e não só música clássica, como poderíamos esperar.

– o desenvolvimento do conflito da tia, de forma que ela pular a janela não é uma surpresa.

 

Ida foi indicado ao Oscar de melhor filme “estrangeiro”. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s