O conto da princesa Kaguya

Kaguyahimeno monogatari / 2013 ****

2013-kaguyahimenomonogatari
Historinha: um cortador de bambu encontra e tenta criar uma princesa.

:D – o clima agradável que traços simples podem criar dentro da gente, quando a infância parece tão simples e suave. Em contraste aos traços bruscos, fortes e raivosos de um momento de ira.
– a musicalidade do cortejo de Buda (?).
– como essa primeira impressão de felicidade justifica a tristeza da princesa a ponto de recriar num jardim, ou ter um sonho voando com alguém que não lhe trouxe joias, apenas cuidado e amor.
– as cores e luzes claras da natureza em contraponto aos quartos escuros e sombras, regras veladas da nobreza.
– os quimonos com desenhos de flores de bambu, o dançar com as flores de cerejeira, a árvore de joias: animação também tem departamento de arte.
– Isao Takahata fazendo a gente chorar mesmo nessa idade.
– as tradições japonesas milenares organicamente presentes: como fazer tigelas de arroz, um pouco da nobreza rígida de um Japão feudal, pergaminhos que contam histórias, canções antigas.
O conto da princesa Kaguya foi indicado ao Oscar de melhor animação. E se Hollywood não fosse Hollywood, ganharia e ainda também o de melhor canção.

 

Quer saber o que isso tem a ver com o Budismo? Clique aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s