3 filmes espertinhos: Steve Jobs, A grande aposta, Spotlight

E haja filme baseado em fatos reais indicados ao Oscar este ano, hein?! Ou talvez eu não tivesse percebido isso antes, mas tenha acontecido desde sempre. Porque, afinal, a arte olha para a nossa condição humana e podemos descobrir o que não havíamos visto antes.

Teve uma semana aí que eu vi estes três filmes no mesmo dia, que creio ter pontos em comum, além de serem baseados em fatos reais: tentam ter uma dinâmica particular pra tratar de temas inteligentes, são todos filmes espertinhos.

—–

Steve Jobs
2015-stevejobs
(Steve Jobs / 2015) ***

Historinha: o empreendedor da Apple menos endeusado.

:D – quando eu saí da sessão, um senhor de uns cinquenta anos no elevador falou “eu vivi tudo isso, não foi bem assim não!”. Ele teve que descer logo, de modo que eu não tive a chance de perguntar como é que foi isso, só deu a entender que viveu no Vale do Silício nessa época – conheceu Jobs pessoalmente? A impressão que me fica deste filme é exatamente essa, que nunca alguém conseguirá retratar quem foi Jobs realmente, cada um terá uma impressão, mas o filme pelo menos se esforça em não endeusá-lo e nem julgá-lo ferrenhamente.

-gosto que o roteiro tenha tomado essa forma de contar, concentrando-se em 3 lançamentos importantes em vez de tentar abranger toda a história de vida da pessoa, numa cronologia monótona. E as sequências de embates no diálogo é puramente Aaron Sorkin. Espertinhos.

-todo mundo importante deve ter uma assistente pessoal como a personagem de Kate Winslet, que esmero. Jeff Daniels está vilanesco neste aqui também (Perdido em Marte), Seth Rogen convence como um nerd injustiçado, Michael Stuhlbarg passa uma fragilidade afável e Michael Fassbender acerta em detalhes. Que elenco bom, hein, Danny Boyle.

-sim, percebemos visualmente a passagem do tempo com as diferentes lentes para diferentes épocas. Os figurinos e os cenários de lançamento seguem de acordo. Mas o mais legal é rever aquele comercial, ou lembrar de como eram os computadores pessoais nos anos 80, perceber como tudo mudou.

– uma das cenas que eu mais gosto é quando Wozniack e Jobs conversam onde ficaria a orquestra, ouvimos a afinação dos instrumentos, e Jobs explica o que ele faz, não é design, ou técnico em computadores, ele é o regente da orquestra. Outra cena seria ele finalmente se render ao carinho pela filha, e mesmerizado com sua própria ideia, contar que um dia ela vai ouvir milhares de músicas sem ter que carregar aquele troço…

Steve Jobs foi indicado ao Oscar para melhor ator e melhor atriz coadjuvante.

—–

 

A grande aposta
2015-thebigshort
(The big short / 2015) ***

Historinha: casos de quem apostou na crise econômica.

:D – um filme que repensa a crise financeira de 2008 por um viés mais interessante. Afinal, porque mostrar apenas uma família que perde seus bens, é mais desafiador e inusitado a nós, pessoas comuns, ver os outros lados.

-alguns momentos realmente ganham pontos com a gente. Os dois rapazes bobos que servem de alívio cômico, e tem aquele momento em que comemoram por ter dado certo, mas ao mesmo tempo sabem que para a maioria, isso significava perdas. Mark Baum (Steve Carell) jantando com um especialista na área e percebendo a real, depois na conferência jogando na cara dos bancos, uma lavada.

-o trabalho de Christian Bale, que se destaca na produção, incorporando no olhar, nos trejeitos físicos, o que era esse cara meio doido que quase levou sua própria empresa à falência.

-a mulher atendendo eles de óculos escuros, não querendo ver a verdade?

D: – Brad Pitt fez uma ponta de luxo. Ryan Gosling caricato e nem sei se precisava daquilo. O drama pessoal de Baum não tem tanto impacto, exatamente por esse clima de sátira.

-o filme é espertinho porque tenta explicar os termos financeiros e de mercado imobiliário quebrando a quarta parede (a pessoa do filme fala com o público), inserindo celebridades como um chefe de cozinha ou Margot Robbie (sério, que homem prestou atenção no que ela dizia, com ela numa banheira de espuma?). Sabe quando alguém tenta ser engraçadinho demais e acaba te irritando? Foi mais ou menos assim, pelo menos pra mim. Mas fazer o quê, o diretor veio das comédias.

A grande aposta foi indicado nas categorias: melhor filme, diretor, ator coadjuvante (Christian Bale), roteiro adaptado, montagem.

—–

 

Spotlight: segredos revelados
2015-spotlight
(Spotlight / 2015)***

Historinha: um grupo de jornalistas investiga casos de padres pedófilos.

:D -acredito que este filme não teria sido tão importante caso tivesse saído há uns 20 anos. Digo isso porque mais do que os casos de pedofilia em si, é revelador o trabalho árduo dos jornalistas numa época em que jornais impressos tinham um poder de opinião e expressão fundamental para a sociedade. Talvez fique para as gerações futuras perceberem como era o jornalismo sério, cujas informações eram bem investigadas e elaboradas, sem leviandade e com respeito à população – algo que parece se perder cada vez mais, em tempos de Google e internet.

-dito isso, entra outro ponto que poderia ser polêmico, a relação com a igreja, e como a instituição aparece com um controle que parece se estender desde os tempos monárquicos e feudais. E o filme não tem medo de se posicionar firme.

-fora esses méritos, ele consegue ter o ritmo certo da urgência final nas investigações para publicar a matéria, e também para que nos sensibilizemos com os conflitos pessoais dos próprios jornalistas e das vítimas entrevistadas, capturando o interesse do espectador mesmo só com uma Rachel McAdams apreensiva pela avó, ou com um Mark Ruffalo exausto.

-o personagem do advogado de Stanley Tucci (bom ator muitas vezes negligenciado por Hollywood, vamos combinar?) está perfeitamente caracterizado, numa pilha de documentos e aparência de quem luta há tempos em suas condições humildes.

Spotlight foi indicado para as categorias: melhor filme, diretor, ator coadjuvante (Mark Ruffalo), atriz coadjuvante (Rachel McAdams), roteiro original e montagem.

 

 

Anúncios

Uma resposta para “3 filmes espertinhos: Steve Jobs, A grande aposta, Spotlight”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s