Oscar 2016

(Post atualizado em verde, 29/02/2016)

Pois chegou o grande dia, e finalmente eu vou conseguir acompanhar a festa do Oscar de forma decente! Yey! Claro que vou tentar também acompanhar os comentários pelo twitter (e quem sabe, agora que não tem facu, eu possa continuar acompanhando notícias sempre).

Aqui coloco os votos caso eu fosse da Academia, mas lembrando que eu vou contra qualquer tendência, e não tem jeito, meu favorito de 2015 foi mesmo Mad Max: estrada da fúria. Aliás, outro dia eu li este artigo sobre como funciona o voto para melhor filme no Oscar… então vamos fazer igual à Academia este ano, e vou colocar meu ranking para os melhores filmes abaixo.

Este é o ano do Leo, então desde o tapete vermelho estarei lá (em coração) com ele, rs. Quem sabe ele não propõe casamento à Kate Winslet no palco quando aceitar a estatueta? (como eu sempre imaginei que ele faria comigo, haha)

*****

Pois não é que entender como funciona a votação pra melhor filme ajuda a entender o resultado? Imagino que metade do povo tinha em primeiro lugar do ranking “Mad Max”, a outra metade “O regresso”, só que como não deu mais de 50% nem um nem outro, fizeram as recontagens, e por esse método de exclusão por preferência, “Spotlight” deve ter ficado em segundo ou terceiro, igual no meu ranking abaixo, e acabou ganhando melhor filme.

Sobre a festa… mas que Oscar mais chatonildo, hein? O Oscar já é chato normalmente, mas se teve a tal controvérsia dos negros e minorias, diversidade, acho que pior foi eles fazerem tão escancaradamente as piadinhas e exagerarem nesse recurso. Pelo menos pra mim, ficou chato, e Chris Rock como apresentador nunca mais (o que foi aquela mulher no palco pra falar uma linha, os chinesinhos?, nem cookies te ajudou, rapaz). Gostei do clipe com as entrevistas de pessoas comuns de Compton e do carinha de “Mad Max” falando que aquele Oscar era da diversidade, mas só.

Continua chato também esse negócio de quererem cortar o agradecimento dos ganhadores, achei até bom o texto rolando embaixo, porque imagino que na emoção eles não teriam tempo de falar todos os nomes, mas mesmo assim cortam os caras com a música…  

Amei o menininho de “Room”, Jacob Trambley, se levantando pra ver os robôs de Star Wars (e no tapete vermelho ele mostrou as abotoaduras de Millenium Falcom e meias do Darth Vader); gostei muito do Louis C.K. dando valor ao pessoal que faz curtas de documentário, e todo mundo concorda que ele é quem deveria ser o próximo host; fiquei contente com o pessoal do curta de animação, primeiro Oscar do Chile!

E, claro, o Oscar 2016 vai ficar lembrado (por mim) como… o ano em que o Leo ganhou o Oscar! Aeeeeeeeee! “Don’t take the world for granted, I don’t take tonight for granted”.

MELHOR FILME: Spotlight

8 – Mad Max: estrada da fúria

7 – Spotlight

6 – Perdido em Marte

5 – O regresso

4 – Brooklin

3 – A grande aposta

2 – Ponte dos espiões

1 – O quarto de Jack

 

MELHOR DIREÇÃO: George Miller (sim, pra mim foi melhor do que Iñarritu) / levou Alejandro González Iñarritu

MELHOR ATOR: Leonardo DiCaprio (claro!) / Leonardo DiCaprio (claro!)

MELHOR ATRIZ: Brie Larson (confesso que não vi todas) / Brie Larson (previsível)

ATOR COADJUVANTE: Sylvester Stallone (ele me fez chorar mesmo) / Mark Rylance (imprevisível!)

ATRIZ COADJUVANTE: Alicia Vikander (mais pela sua personagem que pela interpretação, e eu quero ver Ex Machina) / Alicia Vikander (previsível)

ROTEIRO ORIGINAL: Inside Out / Spotlight (previsível)

ROTEIRO ADAPTADO: A grande aposta / A grande aposta (previsível)

FOTOGRAFIA: Mad Max: estrada da fúria / O regresso, Emmanuel Lubezki (previsível)

MONTAGEM: Spotlight / Mad Max (não tão previsível assim!)

DESENHO DE PRODUÇÃO: Mad Max: estrada da fúria / Mad Max (yeeeey)

FIGURINOS: Mad Max: estrada da fúria / Mad Max (previsível)

MAQUIAGEM E CABELO: Mad Max: estrada da fúria / Mad Max (legal!)

TRILHA SONORA: Ennio Morricone, Os oito odiados (não achava que a Academia daria outro, que lindo! ^^) 

CANÇÃO ORIGINAL: Simple Song #3, Youth (chutando) / Writings on the wall, Spectre (credo, preferia a Lady Gaga)

MIXAGEM DE SOM: Mad Max: estrada da fúria / Mad Max (yeeey)

EDIÇÃO DE SOM: Mad Max: estrada da fúria / Mad Max (uhu! fico feliz com todos pra Mad Max!)

EFEITOS VISUAIS: O regresso / Ex-machina (taí, gostei)

MELHOR FILME QUE NÃO É FALADO EM INGLÊS: O filho de Saul / O filho de Saul (completamente previsível)

MELHOR DOCUMENTÁRIO: Winter on fire (chutando, sei naaada) / Amy (previsível)

CURTA DE DOCUMENTÁRIO: War within the walls (sei nada, mas é um que eu veria) / A girl in the river

MELHOR ANIMAÇÃO: Divertidamente (é, eu sei que deveria votar no brazuca, mas…) / Divertidamente

CURTA DE ANIMAÇÃO: Sanjay’s super team (quero ver!) / Bear story (também quero ver :)

MELHOR CURTA: Stutterer (chutando de novo) / Stutterer (isso que é chutar bem)

 
Ah, mentira… o Oscar 2016 vai ficar conhecido como aquele em que a Glória Pires não sabia opinar

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s