Burger Joint (foi bom te conhecer, até nunca mais)

Como São Paulo é uma concentração de variedades gastronômicas, é fácil também cairmos nas armadilhas de um hype?  Pois é. Eu fiquei sabendo sobre o Burger Joint pela internet, artigos com motivos pra gente ir conhecer, que vale a pena tal. Li que a casa original é cool em Nova Iorque, num hotel, escondidinho atrás de uma cortina vermelha, e pensei “que legal, tipo um lugar secreto de hambúrguer gostoso e barato”. É lógico que quando transposto para outros lugares, perde um pouco da graça porque fica fake demais, mas beleza, estamos aí atrás de hambúrgueres baratos e gostosos, por que não?

Bem, depois de abrir uma casa nos Jardins, eles também abriram uma no Top Center, ao ladinho da saída da Forever 21 – yes, hype mood on! E a cortina vermelha, só com um luminoso intrigante indicando o lugar tá bem lá.
20160528-jointburger
O ambiente é bem legal, tem paredes com posteres de bandas e filmes dos anos 80, 90; sendo que essa é também a seleção musical para acompanhar os lanches – nada contra até aqui.
20160528-joint-wall

20160528-joint-wall1
O lugar também é todo riscado, com desenhos de clientes, nomes, seja nas paredes ou nas mesas. E a gente encontra coisas fofas como esta:
20160528-joint-itadakimasu
Quanto aos lanches, as opções são bem simples. Na verdade, você para no balcão só pra dizer se quer cheeseburger ou não, no ponto ou não, com chopp ou refri. Basicamente. Existe um lanche que se chama “The works” e é o que tem “tudo” (com alface, tomate, picles, cebola roxa, maionese). O que pedi foi o cheeseburger ao ponto “the works” com refri e batatinhas. O ponto positivo são as batatinhas! São finas e sequinhas, vem um montão num saquinho de papel, dá pra dividir tranquilo.
20160528-joint-mesa

20160528-joint-burger

20160528-joint-aoponto
Ok. Então, vocês vão me perguntar, qual o problema do Burger Joint? Eu poderia dizer que eles não tem um ketchup, uma mostarda e uma maionese da casa. Poderia dizer que só servem refri da Coca-cola. Que o lanche é pequeno. Que não é tão saboroso e suculento. Que não tem cheesecake. Que não tem opção diferente de lanche. Mas o problema, o problema de verdade….. é que os atendentes vestem camiseta com “I s2 NY”, mas São Paulo é essa centro de variedade gastronômica do país e com tanto lugar bom pra comer hambúrguer por aqui, a gente não precisa se vender a um nome feito lá fora. Entenderam?

Ou seja, parabéns pela divulgação que conseguiram, mas, eu tô mais pras hamburguerias de verdade. Se é pra comer um lanche simples e gostoso, sem frescura… ainda preciso conhecer o tal do Seu Oswaldo. Bora?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s