Boku no Hero Academia – season 01

2016-bokunoheroacademia
Eu nesse perdido sobre o que ver – por quê, por quê não volto a ver filmes bons? Eu não sei gente, estou num hiato, deixa eu – acabei assistindo à primeira temporada deste animê  (é rapidinho, 12 episódios só, 20 min cada, queria que todas as séries fossem assim). Fazia muito tempo que eu não assistia um anime, agora tô assistindo a um dorama, o próximo passo é voltar a estudar japonês (a esperança NUNCA morre mesmo).

Algo que desconfio é que o autor deve ser bem fã daqueles super-heróis de quadrinhos norte-americanos, sabe? Porque me parece que ele bebe muito da fonte daqueles heróis, às vezes fazendo referência, às vezes homenagem. Fora isso, a série é bem divertida, a gente ri e chora pro fracote do Midoriya realmente conseguir se tornar um herói.

A historinha se passa num futuro em que é normal termos super poderes, só algumas pessoas não tem. E o tal Midoriya não tem e quer ser super-herói mesmo assim. O ídolo dele é um tal de “Allmighty” que por acaso estava procurando um sucessor – e eu rio muito todas as vezes em que ele se transforma num magrelo desses que parece um perdedor fumando num beco. Mas me empolgo também quando ele fala “não se preocupe, eu cheguei” (“watashi ga kitta!”), ecos de Chapolin Colorado.

Para poder ser o sucessor do All Mighty, o jovem Midoriya precisa treinar, malhar, ele até limpa a praia – adorei, serviço voluntário! Daí ele consegue entrar pra escola de heróis, já com um professor bem loco, cheio de faixas (e um ótimo poder!). E tem um amigo de infância que o odeia seja lá por qual razão e explode as coisas; o nerd certinho que é super rápido e se empolga (nem todos os heróis precisam ser marginais); e tem o personagem que congela, mas que também esquenta (hello X-men, tão perdendo!); a mocinha que faz as coisas levitar (mas não é tão chata quanto a Jean); a sapinha (que é engraçada, não nojenta e tem habilidades melhor que uma aranha); a professora cujo poder é do buraco negro (e me lembrou o Baymax!)… Fora isso, tem um super embate com vilões num complexo de treino, um deles é fumaça, outro tem mãos na cara (what?!). É muita diversão.

Pra fugir um pouco dessa rixinha besta Marvel x DC. Super preferi (e não, nem vou comentar os filmes de heróis que estrearam este ano, já perderam a graça).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s