Gilmore Girls – s01 e11-21

Deus, como algumas séries são compridas! Quer dizer, uma temporada de Gilmore Girls tem uns 20 e poucos episódios de 40 min! É muita coisa, se comparada às de comédias, que tem 20 minutinhos só – bem melhor, na minha opinião. Mas tudo bem, como eu disse, esta série não é bem maratona, vou assistindo e relembrando algumas coisas.

Como, por exemplo, eu também já tive dificuldades em dizer “eu te amo” para alguém, ou quando sofri o término de um namoro, eu precisava meeesmo de um tempo para “curtir a fossa”. Como eu adoro o fato das meninas comerem muitas bobagens e que eu também sempre quis repetir, quando criança, a cena de A dama e o vagabundo (1955)***.

 

E11 – Divórcios e beijos

As meninas Gilmore não podem ter bichinhos, Lorelai achou que Skippy ria dela e começou não só a não limpar a gaiola do hamster, mas encher de papel todo dia (!). Lorelai vai jantar na casa do Max e Rory dorme no sofá como se ela fosse a mãe responsável :); e acontece de novo outro dia quando ele vem buscar Lorelai para sair, a mãe não está pronta e fica chamando Rory, que reclama porque ela nem deveria estar ali para abrir a porta e Rory e Max tem que sentar desconfortáveis, até que ele sugere nomes diferentes, ela fica com Rebecca e ele com Norman (Psicose estava passando). No jantar Emily comenta a circular da escola e Lorelai não leu sobre o Dia dos Pais, em que tem um show de talentos. Na escola, todos comentam sobre o divórcio dos pais de Paris, e Rory ouve algumas meninas comentando que Mr. Medina é charmoso e que a namorada deve ser uma burra porque mulheres burras procuram caras inteligentes (oh, really?! Isso explica toda a minha vida! haha). Mas então quando as duas planejam andar de patins – e Luke diz que vai limpar e cuidar das lâminas para Lorelai – a mãe não quer que Max vá junto; Sookie calcula o tempo que estão saindo e ela detecta que chegou o tcha-tcha-tcha de Lorelai para dar um fora no cara, ela começa a cantar Ricky Martin e Lorelai acaba falando sem pensar, sobre como ela pode saber tanto, se faz tempo que Sookie não tem um relacionamento; a amiga fica um pouco abalada e mais tarde pergunta a Jackson se um dia não gostaria de sair com ela. Lorelai não quer que Rory se apegue e Max, que pergunta quantos cookies deixar separado e Rory desconfia que a mãe quer romper com ele, mas não entende, já que ela parece muito feliz. No Dia dos Pais na escola, Lorelai até tenta terminar com Max após ver uma aula sua, mas ele sabe que no fundo ela gosta dele e os dois acabam se beijando; Paris vê e espalha a fofoca pela escola inteira; no outro dia Rory pergunta como ela pode agir desse jeito sabendo como é horrível ter a vida pessoal exposta e Paris confessa que só queria que as pessoas falassem de outra coisa sem ser seus pais. Emily também confronta Lorelai, que a filha deixa se levar muito pela emoção e se ela acha que esse cara é o amor da vida dela; Lorelai começa a achar que fez a coisa errada em fugir, conversa com Max, ele também foi advertido pelo diretor da escola e desta vez é ele quem quer dar um tempo – e Lorelai acaba deitada na cama chorando.

 

E12 – Encontro duplo

Legal a dinâmica da mãe e da filha fazendo café e pop tarts enquanto se aprontam para sair! Lane adquiriu vários CDs novos e Yoko Ono é uma artista incompreendida, os Beatles iam terminar mesmo, e ela quer que Rory converse com Dean sobre arranjar um encontro com o amigo dele, Todd. Lorelai tenta estudar para uma prova do seu curso de administração e está entediada, inclusive no hotel Michel diz que ela será um daqueles caras com roupas fosforescentes que mostram o caminho nos shows. Rory acaba convencendo Dean sobre tentar juntar Lane e Todd, com o namorado só querendo beijá-la;  Sookie acaba convencendo Lorelai a sair com ela e Jackson porque o primo dele está na cidade, “você não vai se arrepender / escolha outra frase / você não vai pagar!”. Sookie já está nervosa ao se arrumar, se perguntando se ele só aceitou sair porque ela é a “chefe” dele; Rune, o primo de Jackson, é como o Zangado (aquele anão da Branca de Neve), reclama que Lorelai é muito alta, que o menu do restaurante está em francês, Lorelai: “só quero Martini, and keep them coming”; Sookie está muito nervosa e não consegue parar de falar com Lorelai, ela sugere que saiam dali porque é muita pressão, e solte o cabelo, vão para o Luke; Rune quer ir jogar boliche e Sookie pede para Jackson ficar, então ele dispensa o primo chatão e Lorelai joga cartas com Luke no balcão, finalmente ficando os dois a sós para conversar. Já no encontro duplo de Rory e Lane, na fila para o filme Lane tenta puxar papo, fala como adora Beck, fala de Nico e Velvet Underground, pergunta da banda na camiseta de Todd (ele nem sabe o que é, a camiseta é da irmã), até tenta perguntar o filme favorito dele – e é Bethoven (o do cachorro)! Haha. Sra Kim vê Lorelai e as meninas não tinham contado que havia garotos envolvidos na história, ela pega Lane na saída da sessão furiosa; enquanto Lorelai também repreende Rory, que diz que mentiu para a mãe não ter que mentir por elas, Lorelai: “mas sabe o que aprendemos com tudo isso? Que sou uma gata”. Lane fica dias sem poder fazer nada além de ir na escola e na igreja, mas na janela Rory diz que Todd gostou dela e Lane fingiu ser a mãe pelo telefone impedindo que ele falasse com ela; Lorelai faz uma visita e tenta conversar com Sra Kim, que não adiantou os pais tentarem trancá-la, adolescentes erram, as duas concordam que não querem que Lane acabe como Lorelai, haha; no final do episódio Lane já pode sair de casa (até a varanda). E Luke lembra que na outra noite (em que estavam conversando sobre primeiros encontros) Lorelai saiu apressada, mas ele não tem coragem de chamá-la pra sair, apenas comenta que ia acabar com ela no pôquer.

 

E13 – Um show problemático

Lorelai inventa de organizar um bazar e não consegue retirar nada do seu próprio guarda-roupa, Rory pega um monte e fala para ela separar tudo o que lhe daria vergonha de usar num acidente de carro. Taylor deixa um conjunto de pratos, mas quer também escrever umas instruções para acompanhar; Luke deixa algumas coisas e Lorelai depois encontra uma jaqueta pela qual ele fica muito bravo de vê-la usando, inclusive deixando de lhe dar café! Na escola, Tristan é repreendido por ficar olhando pra Rory, e ela acaba no mesmo grupo que Paris, Madeleine e Louise, tendo que chama-las para estudar em sua casa porque as das meninas estava indisponível. Sookie tem 4 ingressos para o show dos Bangles em uma casa em NY, lugares ótimos que conseguiu porque um contato conseguiu, por ter gostado do bolo de lava vulcânica (!) que ela fez; Lane até tenta falar que é uma peça, só que acaba falando a verdade para a mãe e é claro que ela não poderá ir com as meninas. A casa das garotas Gilmore está um entulho de coisas; até Patty deixa uns tambores de boas lembranças, inclusive dança vestida de banana em Copacabana (!), mas que quer se desfazer; e as meninas tentam estudar, mas claro que conversam sobre vários assuntos, e Louise acha fascinante ter uma mãe tão jovem. Quando parece que seria uma boa ideia Rory ter algumas amigas em Chilton, Lorelai cede os ingressos do show para elas irem, e ela e Sookie comprarão alguns ingressos ali na hora – tendo um ataque de risos porque os lugares que elas conseguem são os piores, “já viu Everest?”; mas mesmo durante o show Lorelai não consegue parar de perguntar sobre como era a tal ex-namorada pela qual Luke sofreu tanto e ela nem sabia da história. Realmente vemos cenas do show ^^, só que Madeleine e Louise fizeram amizade e acabaram saindo antes de terminar para irem numa festa ali perto, não chegam a tempo quando o show acaba e Lorelai vai com todas buscar as meninas, batendo em todas as portas do prédio até acharem a tal festa, sendo fácil tirá-las de lá, já que são menores, e Lorelai deixa bem claro quão estúpido foi aquilo e que terá uma longa conversa com os pais delas; Paris tinha comentado que elas já tinham feito isso antes e agora só diz que foi a melhor noite pra ela!

 

E14 – Na vida real

Dean traz salada, obviamente para ele, e pizza para as meninas, assistindo Donna Reed Show, e ele dá sua opinião controversa de que não acha tão ruim que a mulher faça comida para o marido – o que gerará uma discussão depois com Rory que acha machista essa ideia da mulher ter obrigação de servir à família e ainda estar com ótima aparência. Luke nunca quis dar uma renovada no seu diner e discute com Taylor, mas Lorelai diz que ajuda e adora pintar, com cerveja e as “canções de pintar” haha, então Luke acaba aceitando; mais tarde ela leva várias opções de cores, Kirk perde uma aposta com Taylor; Luke conta como nunca pintaram e não gostava tanto de ferramentas quanto o pai, mas sabia cozinhar, e dispersam Taylor com seu pessoal querendo tirar fotos e fazer um cartaz de antes e depois. Falando em pessoas irredutíveis, Emily e Richard perderam a chance de ir para Martha’s Vineyard e não aceitam a opção de Europa na primavera, em classe econômica – que escândalo! Haha Morrey consegue um gig em NY e Babette pede para Rory passar uma noite cuidando do novo gatinho que adotaram. Rory vai até a casa de Lane buscar um CD – e o sistema da amiga coreana para esconder seus CDs é fantástico, em vários vãos da casa, incluindo a categoria “pretty boy rock” (Bon Jovi, Bush…). Quando Dean chega na casa de Babette, além da música, Rory está vestida com um daqueles vestidos de saia rodada e tiara, ela fez jantar para ele, com aperitivos, purê de batatas e uma sobremesa de gelatina verde com chantilly; Dean diz que não quer que Rory seja como Donna Reed, e ela diz que pesquisou, e na verdade a mulher foi a produtora do show e um exemplo. Já em sua própria casa ela tinha deixado um pintinho, um trabalho escolar, que Lorelai nomeia Stella e quando ela volta do Luke, o passarinho se perdeu, ela liga para Luke vir ajudá-la, mais tarde Sookie esclarece para Lorelai que é lógico que Luke deve ter pensado outra coisa, que era uma deixa pra “algo a mais”. Após um encontro estranho entre Dean e Luke tirando o lixo, Lorelai zoa muito Rory pelo figurino e a filha vem dizer que perdeu Apricot (o gatinho) – definitivamente essas duas não podem ter bichinhos. Quando vão ao jantar de sexta, Emily e Richard acabam de conseguir a casa em Martha’s Vineyard de alguém que faleceu, por acaso Lorelai brinca que Rory estava de avental e sem querer a menina comenta que Luke encontrou o pintinho perdido – se Sookie já estava dando deixa para Lorelai dar uma chance ao Luke, Emily vem com várias insinuações que ele está sempre presente na vida da filha e implora para que ela deixe fazer um pouquinho parte da vida dela, perguntando se ela tem sentimentos por Luke – Lorelai responde que não sabe, talvez. No dia seguinte, algo com que as meninas não contavam: a visita de Chris, pai de Rory.

 

E15 – O retorno de Christopher

Rory arruma o sofá de casa, empolgada que é a primeira vez de Christopher na cidade, mas Lorelai não dá muita confiança no papo de que Chris está realmente num negócio sério agora e que quer fazer mais parte da vida de Rory. De manhã, Chris acompanha Rory para ver um jogo de softball com Dean e Luke jogando, e Kirk enchendo o saco da arquibancada. Rory passeia com Christopher pela cidade, conhece primeiro Miss Patty e pronto, a cidade toda já sabe quem é, Taylor; depois Jackson o analisa pra saber se é mais parecido com George Clooney ou com Brad Pitt, e eles o pegam comentando com outros moradores sobre seu estilo, Jackson sai correndo. Emily consegue arranjar que o jantar seja com Christopher e seus pais; Richard parece muito animado, quer saber dos negócios de Chris, Emily menciona o talento musical (inexistente) de Chris e Rory, lembra que uma vez Lorelai e Chris cantaram juntos; chegam os pais de Christopher que também não parecem apreciar as piadas de Lorelai, Rory fica muito nervosa e não sabe como chamá-los, os avós falam bem da neta, mas ela não sabe o que falar; Lorelai diz que odeia o presidente; Strobe começa a interrogar Lorelai sobre sua escolha de carreira e a acusa de ter levado o filho para o mau caminho, que acabou não indo para Princeton, e acabou com a vida dele; Richard briga com o homem porque insultou sua casa e os expulsa; depois Lorelai vai agradecer, mas Richard responde que as coisas do passado não são apagadas assim, Emily ficou um mês de cama e depois Lorelai passou 16 anos os tratando como leprosos, Christopher quis se casar e às vezes é preciso fazer sacrifícios, mas ao final, Richard só diz que está cansado; na cozinha, Emily até tenta dizer que Strobe é um bom homem, mas acaba admitindo que ele é um idiota e que Rory não precisa se preocupar sobre tudo o que foi falado de arrependimentos naquela noite, não tem a ver com ela; depois, Lorelai e Christopher acabam se agarrando na sacada do antigo quarto de Lorelai… quando chegam em casa, Lorelai conversa com Rory que os pais de Christopher apenas tem muito orgulho ferido para perceberem que querem conhecê-la melhor, e só de manhã é que ela lembra que tinha marcado com Luke para pintar o diner e ela o deixou com um monte de latas de tinta sozinho; ela sai correndo para se desculpar com Luke e quando volta, Christopher diz que quer casar com ela, mas Lorelai argumenta que ele ainda não está estável e maduro, Offspring x Metallica, Chris diz que tem procurado, mas acha que é realmente Lorelai e talvez Rory seja sua única filha. Após Christopher partir, Rory diz que coisas mais malucas já aconteceram, acha que tinha algo diferente, mas Lorelai acha que ele ainda não está pronto para encarar uma vida com elas. Ao final, Lorelai entra em segredo e pinta o diner para Luke.

 

E16 – Encontros e desencontro

Miss Patty conta às crianças a história romântica de dois amantes que é a origem da cidade de Stars Hollow, enquanto vemos o pessoal da cidade se aprontando para o festival com a fogueira. Dean e Rory falam do aniversário de namoro, Dean quer comemorar com um jantar e Rory pede para a mãe ajudar a perguntar à Emily se Rory pode pular o jantar de sexta; para a surpresa de Lorelai, que já estava fazendo uma cena para a filha, Emily não dificulta, mas espera Lorelai para o jantar. Tristan está namorando uma garota nova e estão se beijando bem na frente dos armários de Paris e Rory, Madeleine passa convites para uma festa em sua casa, Paris acha que Elizabeth Browning bateria a cabeça na parede ouvindo alguém como Tristan citá-la. Lorelai está cansada do ar romântico por todo o lado, até Michel na recepção, vai para o Luke para uma vez na vida concordar com seu eterno mau humor, até que entra pela porta Rachel, que decidiu do nada vir visitar a cidade, vinda do Oriente Médio. Lorelai ajuda Rory a se aprontar, inclusive lembrando A Dama e o Vagabundo (tooodo mundo adora a cena do espagueti, não?), mas chateada ainda por ter parecido boba na frente de Rachel; e quando chega para o jantar, Richard pede para que a filha fique quieta para ele poder ler o jornal, Emily tem uma surpresa, convidou um rapaz, Chase, para conhecer Lorelai; Lorelai contesta a mãe, mas Emily pede para ela pensar que nesta noite a filha está comemorando 3 meses de aniversário de namoro e se perguntar quando foi a última vez que um relacionamento dela durou tanto; Lorelai até tenta, mas o cara é muito chato e Lorelai acaba indo pular pela janela do quarto, com consentimento secreto de Richard. No jantar com Dean, tudo parece ótimo, o tiramisu é de compensar a noite toda, e Rory pede uma almôndega para viagem (A dama e o vagabundo); passam pela praça onde vão acender a fogueira, e Dean a leva para a surpresa final, ele mostra que está montando um carro para Rory; tudo parece perfeito e Rory até comenta que tem medo de que nada será tão bom ao som dos Beatles, mas quando Dean diz “eu te amo”, a menina não consegue responder, Dean entende que ela não o ama, Rory argumenta que dizer essas palavras é muito difícil. No festival, Rachel passeia tirando as fotos e confessa que não sabe o que faz na cidade, mas sentiu falta dele, ela pergunta sobre Lorelai, Luke diz que são amigos; Lorelai também aparece quando Rachel vai buscar ponche e pergunta se Rachel vai ficar, Luke não sabe de nada, mas talvez deva arriscar, não tem o que perder. Quando chega em casa, Rory conta que ela e Dean terminaram.

 

E17 – Agora acabou

Rory não quer contar os detalhes para Lorelai sobre o término do namoro, começa a separar do seu quarto as coisas que tinha a ver com Dean, coisas que ele gosta ou tocou, Lorelai diz que vai jogar fora, mas ela sabe como o mundo funciona e deixa a caixa guardada num local em que a filha não verá. No dia seguinte, Rory acorda super cedo, fez uma lista de coisas que elas sempre falam que vão fazer no final de semana, mas nunca conseguem fazer; Lorelai reclama que são 06 da manhã de sábado, que é o dia de “pré-descanso”, quando ela desce as escadas, vê que está tudo arrumado e em lugares diferentes, interrompe Rory com sua lista e defende a ideia de que a filha precisa afogar as mágoas, que sabe como rompimentos são difíceis e ter o coração partido, que é necessário um tempo para não fazer nada, comer besteira e chorar vendo filmes, curtir a fossa; Rory responde que não quer ser esse tipo de menina que precisa de um namorado, definitivamente não quer curtir fossa. Saindo, Lorelai se espanta que há tantas pessoas acordadas de manhã cedo, Rory não quer passar pelo mercado do Dosey, para não encontrar Dean, e outros caminhos, passam por um beco cheio de lixo até conseguir chegar ao Luke, onde encontram pessoas estranhas e Rachel servindo café. Miss Patty já está sabendo e apesar de Lorelai pedir discrição, Kirk já veio reclamar com Rory da testa e do cabelo de Dean, Luke faz panquecas com chantilly e dali a pouco ele sai correndo e não deixa Dean entrar, e Lorelai aparta a briga; Babette também quer consolá-la quando chegam com compras e boa junk food; Rory ouve a mãe tentando acalmar Babette e ela quase começa a chorar no quarto, mas decide ir à festa na casa de Madeleine, Lorelai sugere chamar Lane para ir junto. Na casa de Sookie, Jackson falou que faria o jantar para a chefe, mas ela está curiosa demais, Jackson fala para ela relaxar e que vai usar a lavadora de pratos duas vezes só porque pode; Lorelai empresta o carro de Sookie e vai até a casa do Max, conta para ele que Rory perguntou quanto tempo demorou para Lorelai superar o rompimento com Max e ela percebeu que nunca aconteceu, que sente falta dele. Max e Lorelai até tentam conversar, mas não conseguem se largar, acabam na cama e decidem se ligar de vez em quando. Na festa de Madeline, ela e Louise já tem companhia e vão para a casa na piscina; Paris conta os minutos para poder ir embora e mostra a mesa de refrigerantes franceses; Lane conhece um outro coreano que a chama para dançar várias vezes; Summer fica dispensando Tristan de várias maneiras, até que brigam e ela dá o fora nele na frente de todo mundo; Rory como sempre trouxe um livro consigo e acaba ouvindo, Lane quer ir embora porque Henry seria o coreano que a família dela aprovaria, mas acaba cedendo para só mais uma dança; Rory acaba encontrando Tristan sozinho e chateado, ele pede desculpas por ter pegado no pé dela e acaba beijando ela, mas ela chama Lane e sai correndo chorando da festa, para chegar em casa e dizer para a mãe que está pronta para curtir a fossa.

 

E18 – Lorelai II

Richard está contente no jantar porque a mãe virá visitá-los na semana seguinte; Emily, por sua vez, fica louca tentando tirar todos os presentes ganhados dela guardados, para expô-los pela casa, enquanto Lorelai conversa com os cachorros; Rory tenta saber mais da bisavó, mas Lorelai mesma só a conheceu quando era muito jovem. Paris está toda engajada criando o próprio reinado em grupo para uma apresentação em aula, e já avisa que terão reuniões no final de semana; Tristan e Rory não querem ser rainha e rei e Paris pergunta o que há; para não ficar um clima estranho Rory conversa com Tristan e sugere que da próxima vez procure uma garota diferente, como Paris, por exemplo. Emily pede para Lorelai trazer um rack para casacos que tinha dado de Natal e Lorelai está toda animadinha com a noite, porque Emily não gosta de Trix (Lorelai I); a senhora faz Emily ir buscar amendoins apimentados, depois guardanapos, para não comer as entradas, enquanto diz para Lorelai que não gosta de escândalos, mas reconhece trabalho duro, diz que nos fortalece; quer ir para a sala de jantar e até faz piada com o horário para um sequestrador receber o resgate – que não fique a cargo de Emily. De manhã, Rory traz café e donuts para a reunião, Tristan chama Paris para sair; à tarde, Paris procura Rory porque não tem o que usar e um batom com cor de verdade, Rory abre o guarda-roupa da mãe e encoraja Paris a se divertir. No outro jantar, Trix tem um anúncio inesperado, que tem um fundo para Rory e que pretende disponibilizá-lo já para a menina, já que ela não gosta nada de empréstimos, Emily conversa com Lorelai tentando convencê-la a não aceitar o dinheiro porque assim Rory não dependerá da mãe para nada, poderá fazer o que quiser, com quem quiser; quando chega em casa a garota está dormindo e Lorelai acaba não contando nada. No dia seguinte, fala com Sookie sobre realmente ter mexido com sua cabeça essa possibilidade de liberdade, e se o dinheiro mudar a relação delas? Sobre o encontro, para Paris foi bom, mas Tristan comenta que é melhor continuarem como amigos e acaba falando que foi sugestão de Rory saírem; Paris se sente humilhada como se ficasse com o que sobrou de Rory; esta pergunta a Tristan por que não tenta de verdade, mas o menino diz que é melhor do que sair com ela quando gosta de outra. Emily também discute com Richard, comenta que Lorelai nunca mais terá que voltar para a casa deles; e no chá que combinaram só as mulheres, Emily descobre que Lorelai não contou nada ainda para Rory e as duas começam a discutir, Trix chega e repreende as duas porque foi muito feio e retira a proposta do dinheiro, Lorelai diz que Rory é bem responsável, Trix diz que sabe disso, está é preocupada com Lorelai. Emily diz que vai pedir a Richard para intervir, mas Lorelai diz à mãe que não precisa, que continuam com seu acordo.

 

E19 – Emily no país das maravilhas

No jantar de sexta, Rory pede por fotos de criança dos avós e Emily confirma que Lorelai queimou todas as suas, porque Emily vivia falando que ela tinha uma cabeça muito grande quando era criança. Comentando sobre as cadeiras que Emily adquiriu, a avó de Rory fala sobre como tem outra mulher que roubou suas referências e ela precisa conhecer outros lugares para antiguidades, quando Rory sugere visitar a loja da sra Kim. No Luke, Rachel mostra algumas fotos tiradas no último festival e também de um antigo casarão, o Dragonfly, e Lorelai combina de sair com Rachel para irem lá ver ao vivo; quando chegam lá Lorelai explica que Sookie e ela tem planos para abrirem a própria pousada, e Rachel conta que começa a sentir que tem que se estabilizar. No hotel, Lorelai recebe um grupo de japoneses e Rune está no lobby para pedir um emprego e Sookie pensou se ele não poderia ficar na casinha em que Lorelai e Rory moraram, inclusive com Jackson trazendo geleia para agradecer a ajuda antes de Sookie pedir e ficar balançando a colher no ar. Emily chega e Rory ajuda a limpar os sapatos rapidinho, depois empresta um par de tênis para poderem caminhar e Emily ter a experiência completa de Stars Hollow, haha; na casa dos Kim, Lane desabafa com Rory que Henry ainda não ligou, Emily barganha bem com sra Kim e adora a mãe de Lane; finalmente chegam no hotel onde Lorelai trabalha e Emily gosta de conhecer Michel também; mas quando é levada até a cabana onde Rory e Lorelai moraram quando Rory era criança, Emily quer ir embora. Quando Lorelai vai buscar fotos, conhece onde Luke mora e Rachel conta como está sendo difícil de convencê-lo que ela pode realmente ficar desta vez, e se Lorelai puder, uma palavra de incentivo seria bem vinda. Lane e Rory ouvem música melancólica, Lane analisa muito a fundo a ligação de Henry e tem medo de que saiam de novo, que conheçam os pais e daí acabou sua vida porque os pais vão aprovar. Emily liga para Rory e pergunta sua cor e flor favoritas, e se gosta do N’Sync ou prefere Backstreet Boys, haha – mais tarde vamos descobrir que a avó montou um quarto só para Rory. Ajudando Luke na dispensa, Lorelai conversa com Luke e ele comenta que não é para ela se apegar muito a Rachel, mas Lorelai pede para ele dar uma chance de acreditar nela desta vez; na sessão de cinema em que as meninas estão conversando e Kirk quer limpar a mente antes do filme, o celular de Kirk toca e elas podem dizer shhh pra ele; e Luke vem com Rachel e eles parecem bem juntos. No Luke depois do jantar com Emily, em que Lorelai novamente sai triste porque a mãe não consegue entender que a filha só precisava estar longe de casa, Rachel agradece por Lorelai ter dado uma força, Luke deu uma gaveta para Rachel e parece estar aceitando, acreditando.

 

E20 – P.S. Eu te a…

As meninas estão tomando café, e Rory está com muito sono, então começam a jogar “1, 2, 3 é seu”, passa um cara velho, Lorelai diz não, um novo, novamente não, Luke quer saber que brincadeira é, não conta como o terceiro cara, que acontece de ser o Kirk, que quando entra acha que alguém que está fazendo piada dele; o problema é quando é a vez de Rory e passa Dean. Rory tem um caderninho onde marca os horários para evitar encontrar Dean; o parceiro de Lane no projeto de ciências acaba sendo Dean e ela não fala para Rory, é estranho, Lane fala do acordo de não falarem sobre Rory, mas ela acaba vindo ver Lane sem avisar e pega os dois. Lorelai encontra Luke por acaso tentando comprar uma luva de forno na forma de gatinho para Rachel, porque é aniversário dela, mas Luke não tem jeito para presentes e odeia shoppings, então Lorelai se voluntaria para fazer compras por ele; quando ela chega das compras, conseguiu um livro e uma bolsa nova de couro para a câmera de Rachel, e mais camisas, calça e cinto, um terno (!) para Luke, hahaha, com 600 mil por cento de desconto, que ele se recusa, mas acaba aceitando experimentar. Na aula, Rory está distraída e Paris até derruba livros para a outra acordar, Max chama Rory para perguntar se está bem, e acaba comentando que tem falado com a mãe dela, Rory não sabia de nada. Rory está cansada das pessoas ficarem protegendo-a, briga de novo com Lane que tentava se desculpar por poupá-la ao não falar de Dean e briga com a mãe, que não queria chateá-la como aconteceu com Nevina, que arranjou um namorado e estava super feliz quando Lorelai estava se sentindo miserável; Lorelai passa no mercado para comprar lâmpadas e Rory acaba não voltando para casa, vai para a casa dos avós. Richard fica contente com o timing, porque não queria sair com Emily para o evento; Lorelai está morrendo de preocupação com Sookie e Max ajudando a procurar quando Emily liga para avisar que Rory está lá; Max indaga por que Lorelai não falou dele para ninguém. Na manhã seguinte, Emily quase pede pop-tarts para o café, mas Rory diz que ovos está bom, Richard até conversa e deixa de ler o jornal; já Lorelai teve uma noite terrível, saindo várias vezes para ir buscá-la e voltando, reclama com Luke, acaba não aguentando e vai brigar com Dean, que também fica pê da vida porque a cidade inteira o incrimina e tudo o que ele fez foi dizer que a ama. Lorelai vai buscar a filha e as duas conversam, mesmo sem Rory querer dizer o que aconteceu com Dean, Lorelai conta que foi lá gritar com Dean e Rory confirma, Lorelai admite que ela ainda está aprendendo também, então não pode ensinar, mas quer que a filha consiga dizer “eu te amo” quando chegar a hora certa sem imitar o medo de compromisso da mãe. No caminho de volta para casa Rory vai fazer as pazes com Lane e Lorelai liga para Max avisando que vai ligar para todo mundo de sua agenda para contar sobre Max e ela.

 

E21 – Amor, margarida e trovadores

Lorelai desperta super irritada com Luke consertando a varanda da sua casa e até parece um sonho ruim. Michel está com “fastio” e Sookie se contamina por ele. Depois de contar que sonhou que sua casa era o KFC, Rory acha a caixa com as coisas do Dean e começa a repensar, vai no mercado, mas o garoto não está lá; vai até sua casa e quem atende é a irmãzinha Clara, que começa a chorar por não saber responder se ele tem ou tinha fotos de Rory. Tristin compra ingressos para PJ Harvey e espalha para todos que Rory vai com ele, mesmo ela tendo sido bem clara que não; fazendo novamente Paris ficar com raiva da caipira e, claro, Madeline e Louise ao lado de Paris. Max acompanha as garotas na Assembleia da cidade, com Lorelai tentando enganar Taylor que não estava comendo (mas lambendo o anel de bala! Haha), e eles discutem sobre o trovador na cidade, com Rory defendendo a música porque nem sempre temos as palavras para dizer o que queremos. Rachel vai embora de vez, dizendo a Luke para não demorar muito a contar que gosta dessa outra pessoa. Max vem buscar Lorelai para saírem, começa uma conversa afiada com Luke que veio buscar a caixa de ferramentas (Bert, que acaba ficando por ali mesmo) e depois tem uma briga com Lorelai, acaba a pedindo em casamento, mas ela diz que uma proposta tem que ser muito mais que aquilo – bom, na manhã seguinte ela recebe 1000 margaridas amarelas :) E após ser importunada por Tristin de novo, Rory vê Dean na saída da escola, finalmente conseguindo dizer a ele as tão difíceis palavras, “porque eu te amo, seu idiota”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s