Gilmore Girls – Season 02

Yikes. Pois não é que apareceu um trailer de Gilmore Girls na internet, e pelo que fiquei sabendo, a data dos novos episódios está marcada para 25 de novembro. Pois é… simplesmente impossível eu conseguir rever todos os episódios de todas as temporadas até lá (são 7 temporadas, e compriiidas!). Então talvez eu deixe pra lá e siga só até a terceira (eu só gosto até a parte do Jessie, o bad boy que conquista a menina certinha; antes da Rory começar a ficar bêbada). Ou talvez eu veja os novos episódios mesmo assim e continue depois vendo da terceira até a sétima temporada, porque não é que eu não goste de ver, é só que demora…

Na verdade, acho até engraçado que agora eu tenha idade mais próxima da de Lorelai e não de Rory, então tem algumas coisas pelas quais ela passa que eu entendo melhor, acabo me identificando mais.

Não vou comentar o que gostei mais da temporada, porque muita coisa acontece. Mas continuo adorando como elas comem um monte de besteira, gostam dos filmes que a gente gosta, inventam umas conversas loucas e se apaixonam sem perceber – afinal, assim é a vida, não?

 

E01 – Compromisso

Começamos do mesmo modo que o início da primeira, com a placa da cidade, Stars Hollow. A cidade está cheia das margaridas amarelas que provavelmente foram distribuídas por Lorelai. Ela não quer falar do casamento, apesar de estar todo mundo animado com isso, pois ainda não deu um sim definitivo a Max. O pessoal todo fica curioso para saber como vai ser quando ela contar ao Luke – como Rory diz, todos sabem que ele tem uma quedinha pela mãe. Só que Luke começa a fazer várias perguntas a Lorelai, tipo quantos filhos terão, onde morarão, terão conta conjunta… No jantar de sexta, os avós de Rory ficam super felizes porque a neta conseguiu ficar em primeiro lugar na turma e Lorelai surta ainda pensando naquelas questões, liga para Max, e mãe e filha comemoram pulando juntas em euforia, porque finalmente ela disse sim. Sookie se emociona com a notícia e Jackson fica nervosão porque a namorada pergunta qual é o vegetal mais romântico haha. Lane acha que os pais pretendem enviá-la para Coréia em definitivo, inclusive dão uma mala gigante (mesmo!) para ela. Max escolhe os anéis de noivado com ajuda de Rory (e Lorelai do lado imitando um cãozinho pidão). Dean é bom em trocar garrafas de água e Rory o leva para o jantar de comemoração na sexta, mas o avô começa a fazer um interrogatório com o garoto, Lorelai logo explica que eles viram o sonho de ter tudo o que não tiveram com a filha ir embora. Sookie acaba telefonando para Emily sobre um chá de panela, e assim ela finalmente fica sabendo que a filha vai casar, mas não tinha contado nada a eles, ela pede a Richard para se desculpar com Rory, pois quando a menina se casar, ela vai querer saber por ela e não por outros.

 

E02 – Martelo e grinalda

Lorelai pergunta para Rory o que acha do véu de noiva (simulando com um jornal na cabeça e Rory fica querendo ler as notícias). Durante o verão Madeleine diz a Rory que ela pode escolher uma atividade voluntária que elas participam, ajudando numa construção, e Henry passa seu número para Lane. Lorelai ainda não contou aos pais e antes de entrar para o jantar Rory também a pressiona para contar, mas com Richard chamando Rory de lado para se desculpar pela briga novamente, Emily simplesmente dá uma resposta seca, “se eu estiver na cidade”… Rory remarca alguma coisa com Dean mais tarde após Lane ter deixado várias coisas suas escondidas com Rory (para que a mãe não encontre e jogue fora), ela leva o martelo de frufrus cor de rosa que a mãe deu pra ela e na obra Paris lhe conta sobre como esteve envolvida em várias atividades extra-curriculares, para acrescentar ao perfil quando for solicitar vaga em Harvard; Rory surta e acaba brigando com Dean, pois ela quer recompensar por todos esses anos em que não fez nada de uma vez só. Lorelai sai para jantar com Max e ainda está muito incomodada com a reação da mãe, Max conta como seus pais ficaram felizes e Lorelai acaba passando na casa dos pais para discutir com a mãe; na manhã seguinte ela descobre toda a enorme preparação da festa de noivado que Sookie esteve organizando para ela e que Emily acabou sabendo do casamento sem querer. :D – a festa de noivado à noite é uma graça e todas as guloseimas parecem estar MUITO boas mesmo! Kirk usa um gramofone até ser confiscado por Lorelai, Rory faz as pazes com Dean, Lane está de DJ, e Lorelai acaba indo pedir ao Luke que dê uma passadinha na festa, Jackson diz pra Sookie que ainda não está pronto para casar, mas que está disposto a ir morar junto com ela, no que Sookie só dá risada. No dia seguinte, Lorelai leva véus para a mãe ver e explica que é muito difícil contar as coisas para ela, Emily dá o braço a torcer e recomenda uma tiara (ó, lágrima no cantinho do olho).

 

E03 – Sinal vermelho

Lorelai e Rory experimentam bolos para o casamento, mesmo sabendo que Sookie fará um de graça para elas (e eu faria a mesma coisa! Certeza!), “se comer bolo é errado, eu não quero estar certa”; Rory também procura uma frase para os convites. Kirk se propõe a ser o fotógrafo do casal, Max pega uma foto famosa da guerra e Lorelai vê uma foto dele nu, mas acabam aceitando; Lorelai convida Max para passar a noite com ela e Rory avisa Dean de um encontro duplo, enquanto discutem se podem comemorar o aniversário de namoro em duas datas no mês. Quando Max cozinha para as meninas é que elas descobrem uma parte do fogão (haha), “o cheiro só é estranho para esta casa”, assistem a Billy Jack e Max percebe que elas falam o filme todo, mas nos momentos certos; também que ele está mais perto do telefone; Lorelai não consegue dormir e vai acordar Rory que está “conquistando a Letônia”, para saber se ela está bem mesmo com essa situação, solta que ele usa samba canção (funny bottoms!). Na manhã seguinte, vão ao Luke, Max compra 3 jornais de manhã e Luke até tenta ser agradável, mas quando as meninas fazem seus pedidos, Max pede para esperar e Luke traz o cardápio do almoço hahaha, só que ele guardou as panquecas de blueberry. Taylor também está contente, com a instalação do primeiro semáforo de Stars Hollow; Luke fica furioso e quando Lorelai pergunta se ele recebeu o convite do casamento ele só diz que está em algum lugar. No encontro duplo, Dean fica surpreso que Max não conheça as meninas e nem saiba que elas não param de comer, que Lorelai implica com o pepperoni que briga com os cogumelos, que elas fazem coisas loucas sem parar e trazem sorvete pro amado (uia! ^^) e ainda os culpam por comer demais. Enquanto Rory e Dean continuam namorando, Max questiona Lorelai qual o papel dele e como deve agir em certas situações com Rory, eles brigam, mas Max percebe que quebrou a regra do Dean de não discutir tarde da noite. Taylor apresenta o semáforo e trazem a senhora mais idosa da cidade para cruzar a faixa, cada cidadão reage da sua maneira, inclusive com Lorelai planejando a despedida de solteira com Sookie e Luke de mal humor, falando mal de casamentos até. Na fila do bar, acham que Rory não vai entrar (mas consegue com Lorelai dizendo ao segurança que ela é modelo), Max liga contando que sua própria despedida foi um fiasco, lá dentro Lorelai encontra Emily, convidada por Michel. Fazem os pedidos (Long Island Iced Tea!), Emily começa a contar como era apaixonada por Richard e estava nervosa antes do casamento, cada um então quer ligar para seu respectivo par, mas Lorelai acaba ligando para Christopher, que a conhece bem e pergunta como é a coleção de CDs do Max (ei! Eu tenho um pouco de Beatles e soundtracks!). No dia seguinte, Max tenta não subentender nada porque Lorelai nunca lhe deu as chaves da casa; Rory conta que Christopher ligou e ela pergunta por que a mãe disse que tinha ligado para Max, mas acaba falando que os dois só querem que Lorelai seja feliz; Luke entrega na porta de Lorelai uma huppah (?) que ele mesmo fez, Lorelai pergunta se Luke realmente pensa aquelas coisas terríveis sobre casamento, “Yoko e John conseguiram”. Não tem jeito, Lorelai surta e começa a fazer as malas, quando Rory pergunta o que está acontecendo, Lorelai diz que não quis experimentar seu vestido todos os dias como Emily fez… no carro, param para o sinal vermelho do único semáforo da cidade.

 

E04 – Viagem para Harvard

Lorelai reclama que não trouxe suas músicas e Rory (sempre a mais sensata) preocupada que não sabem onde estão no mapa. Lorelai liga para avisar Sookie sobre o casamento cancelado e a chefe diz que ainda não estava com o bolo pronto (enquanto a vemos distribuindo pedaços de uma belezura de vários andares e decorado com flores… óiiin); pede para falar com Patty, porque assim, quando voltarem, a cidade já vai ter superado essa notícia. As duas encontram uma pousada (B&B) bastante peculiar, chamado “Cheshire Cat” (o gato de Alice), com a atendente insistindo para que tocassem a campainha de balcão e para levar suas pesadas mochilas, e se gabando da decoração super floral do quarto. As duas estão morrendo de fome, mas para não terem que jantar com um grupo de idosos fazendo várias perguntas impertinentes, voltam para o quarto, Lorelai: “vamos cantar Anarquia em UK aos berros!”, Rory quer conversar e pergunta sobre o Max, mesmo a mãe não querendo falar disso, ela insiste em saber por que tudo mudou e Lorelai só termina dizendo que queria muito amá-lo, queria mesmo. Na manhã seguinte tentam despistar um grupo que observa beija-flores, mas usurpam uns bolinhos, Lorelai sai de fininho pra desviar o assunto de ela ser uma editora; ouve pelo telefone Sookie contando ao Luke a notícia, só não vê como ele muda logo de humor, até dando mais café pro Kirk. Quando olham no mapa as cidades próximas, Lorelai já sabe o destino que vão tomar, e para surpresa de Rory, visitam Harvard! A menina fica embasbacada e elas pedem café, Lorelai é cantada por um aluno, elas invadem um dos quartos para fingir que Rory moraria lá, Rory participa de uma aula (e tem um aluno ali que é aquele mesmo carinha japonês que fez o Hiro em Heroes ^^). Depois que voltam, Lorelai ainda tem que contar a Emily sobre o cancelamento e fica super curiosa para saber qual era o presente de casamento que Emily tinha comprado. Lane também está de volta da Coréia e enquanto as duas amigas trocam as últimas novidades, Lorelai vai até o Luke, que lembra da huppah e Lorelai diz que quer guardá-la, e depois começa a pensar seriamente sobre o hotel que ela e Sookie sempre planejaram abrir um dia.

 

E05 – Novidades

Tenho a impressão de que a autora desta série exterioriza todos os seus gostos musicais por Lane, que encontrou uma loja nova de CDs maravilhosa perto da escola de Rory e pede para ela ver se eles têm Charles Mingus, The Sonics, Fairport Convention, Bee Gees, “well, if Mojo says…” Um grupo de escoteiros de Taylor chega, mas Lorelai estava antes no planeta, então ela pega os bolinhos primeiro, enquanto Luke grita com a irmã no telefone; mais tarde ela pega ele com caixas de cereal e Luke conta que o sobrinho virá morar com ele, um sobrinho que se mete em problemas e tem 17 anos. Lorelai se preocupa, mas Luke acha que o problema é a irmã, com quem nunca pôde confiar, enquanto enche um colchão inflável e diz que é família então tem que cuidar da família. De volta a Chilton, Rory tenta conversar com Paris e argumenta que na vida às vezes temos que lidar com pessoas com as quais não nos damos bem, a loira parece aceitar e diz que a primeira reunião do jornal Franklin em que vão trabalhar juntas é às 16:00, Louise reclama sobre ter que trabalhar nos finais de semana; Rory chega cedo, mas na verdade a reunião já tinha começado às 15:00 e ela fica encarregada de um artigo sobre o novo cimento do estacionamento da escola. Fora isso, Rory ainda tromba com Max e desvia o caminho. O sobrinho de Luke, Jess (Milo Ventimiglia, o Peter Petrelli de Heroes!) chega em Stars Hollow, Luke não é de abraçar, Jess não é de falar muito e é hilário ele observar o movimento da pequena cidade ao som de “This is hell…” – obviamente ele não queria estar ali. Mais tarde, Lorelai conhece Jess, “turma dispensada” e ele vai embora; ela marca um jantar para quem sabe o garoto se sentir bem recebido, Sookie se preocupa com várias coisas e Jackson comenta como está bom o limão, Jessie conhece Rory e pergunta se ela quer pular fora pela janela, mas a garota diz que está com fome e será divertido, “não tenho uma cara confiável?”, Jessie diz que pegará um refri, mas pega cerveja e sai pela porta da cozinha; Lorelai o flagra e tenta conversar com ele, que entende muito bem a sensação de rebeldia e querer fugir, mas que Luke é ótimo; ao que Jess pergunta se ela dormiu com ele, Lorelai queria uma torta para jogar na cara do menino e ele diz que ela não o conhece, então não se meta, daí Lorelai diz que ele está muito bom para o filme Clube dos cinco (1985)*** para Luke, no que eles discutem também, com Luke dizendo que ela teve sorte com Rory. Na manhã seguinte, Rory tenta comprar dois cafés e danish de cereja, mas Luke não deixa e ainda vê Lorelai tentando usar um menininho pra conseguir café. A professora orientadora do jornal comenta na frente de todos como foi comovente o artigo que Rory escreveu sobre pavimentação e recomenda a Paris que lhe dê algo com mais substância para escrever da próxima vez, e Paris lhe designa uma entrevista com o professor mais popular do ano anterior – Max Medina (claro que após Paris ver que Rory estava evitando-o). Rory e Max são bem profissionais, ele conta que queria ser um palhaço e não professor, no que Rory lembra da mãe correndo atrás do palhaço que tinha roubado algodão doce de Rory; em certo ponto ela para o gravador e diz que apesar do que aconteceu, ela gostaria que ele fosse seu padrasto, e Max diz que ele também queria ser seu padrasto. Luke recebe um telefonema de Taylor desconfiando que o sobrinho roubou dinheiro de doações e quando discute com Jess, que diz que é para ele parar de tentar ajudar, Luke acaba empurrando-o no lago, hahaha, e depois vai até Lorelai para desabafar que ele nem gosta de crianças com geleia nas mãos, ela diz que ele consegue, mas não pode esperar que tudo se resolva do nada. Babette vem reclamando que seu gnomo sumiu e Luke chega em casa decidido, não vai mais deixar Jessie fumar, ele vai para escola e ajudar no diner, sai procurando pela casa e encontra o gnomo, diz a Jess que não vai deixar ele fracassar, não sabe se esse é o jeito certo, mas é o que ele pode fazer; Jess sai e encontra Rory no caminho, mostra um truque de desaparecimento, depois que pegou o livro dela, com algumas notas nas margens, “você disse que não lê muito / mas o que é muito?”, e ele adivinha que Dodger é de Oliver Twist (awnnn, os dois gostam de livros!)

 

E06 – Apresentando Lorelai Gilmore

Luke não deixa Jessie trabalhar com uma camiseta do Metallica e as meninas tem que pedir correndo, pra não acabarem tendo que comer omelete de espinafre. Emily acaba convencendo Rory a ser “apresentada à sociedade” num baile de debutantes e a mãe liga pra Christopher acompanhá-la nesse evento, as duas brincam que ele deu certeza, então há grandes chances de aparecer mesmo. E aparece, agora com um carro e não uma moto, com o dicionário que tinha prometido a Rory, com um emprego, e ele e Lorelai dançam bem, diferente de Rory e Dean que tem aula com Patty. Dean ainda terá que usar fraque e luvinhas, no “camarim” uma moça diz a Rory que já participou de cinco e geralmente se casam com dos acompanhantes, a outra menina que seria a mais bonita da noite, mas está machucada também aparece. Emily e Richard tem brigado há algum tempo e chegam numa discussão final durante o baile, Richard está preocupado que a empresa já estar preparando ele para sua aposentadoria. Lorelai elogia Chris e o convida para vir mais para a cidade, descobrindo que agora ele mora com uma Sherrie. E Jess imita Luke usando camisa xadrez e boné! Haha.

 

E07 – Filho de peixe

O episódio começa com Rory tirando uma da cara da mãe por ter escondido um CD debaixo do banco do carro, do Barry Manilow, entre comentários sobre o monossilábico Luke, na guerra verbal entra Dido, Spice Girls, Duran Duran (putz, esses guilty pleasures… também gosto de algumas coisas!). Rory costuma almoçar ouvindo música e lendo um livro, mas é chamada pela psicóloga da escola a se enturmar mais. Quando Lorelai vai conversar com o diretor, ele também acusa Lorelai de não participar das atividades com outros pais e ela acaba sendo obrigada a escolher um grupo; no jantar de sexta em que Emily faz churrasco (com um carinha contratado para ficar lá fora assando os itens – que graça tem?) ela também reclama e Lorelai acaba entrando no grupo “Boost”, que está planejando um evento para arrecadar fundos para a caridade, um desfile – sendo que Lorelai acaba sendo uma das modelos e fazendo a mãe entrar nessa também. Rory senta numa mesa que depois fica sabendo ser das garotas populares, as “Puff”, e que Paris sempre quis entrar para essa irmandade de Chilton; Rory acaba ajudando para que Paris seja chamada também e na “iniciação” elas catam as meninas de pijama e as vendam, sendo levadas até a sala do diretor para fazer um juramento e tocar um sino. O diretor e seguranças pegam elas no flagra, mas Rory não apenas leva a bronca, desabafa que ela nem queria estar ali e estava fazendo o que eles mandaram… Enquanto isso, no desfile, Lorelai é colocada num look vermelho parecido com o da mãe, que parece se divertir muito e as duas até fazem dancinha ao som de “Girls just wanna have fun” –ehehehe. Luke tinha ido até o hotel ajudar e as meninas do Boost adoraram tudo, mas uma delas parecia interessada e no dia seguinte Lorelai vai pedir ao boné virado que não saísse com uma mãe de Chilton, mas Luke dá umas respostas bem grossas (claro né, é o Luke gentem). No final das contas, Rory volta a ouvir sua música no almoço e uma das meninas até vem sentar com ela para poder ler um livro tranquila.

 

E08 – Incertezas

Emily tem a ideia de Rory posar para uma pintura à óleo para o avô (Lorelai sugere Neil Young!), pelo menos ela é convencida por Lorelai a não fazer uma pose estranha com um cisne, mas com Rory lendo. Fran, a dona do casarão que Lorelai e Sookie querem usar para montar sua pousada, não quer vender a propriedade, querendo mantê-la “para sempre”. Mia, a dona do hotel em que Lorelai trabalha, aparece na cidade novamente, Lorelai conta sobre seus planos de mudança e Mia sobre querer vender o hotel; diante do quê ela surta um pouco, pois vai ver seu lar cheio de lembranças ser desfeito, acaba descontando em Sookie e brigando. Jesse apronta mais uma pegadinha, marcando um corpo assassinado na frente da loja de Taylor. Na assembleia da cidade muitos moradores reclamam do garoto e Luke fica todo bravo, pôxa ele já mora na cidade há muito tempo e nunca criou problemas. Quando Rory encontra Jessie, ela joga na cara do rapaz que Luke fica lá defendendo Jessie, e a cidade inteira se voltou contra o tio – até que parece que Jessie entendeu o recado, porque misteriosamente a torradeira que Luke não sabia consertar aparece funcionando bem.

 

E09 – Romeu em fuga

Lorelai recebe um presente de casamento atrasado, que é uma máquina de fazer sorvete, e fica obcecada em encontrar quem lhe enviou para devolver – e se tinha dúvidas, não tem mais e acaba vendo “O Iluminado”. Rory continua servindo de intermediária de recados e telefonemas entre Lane e Henry, e na escola, mais uma vez tem que fazer um trabalho com Paris e as meninas, desta vez é uma cena de “Romeu e Julieta” de Shakespeare, e embora a professora dê liberdade para os alunos adaptarem em formas modernas, Paris insiste na versão de vestes antigas; com o grupo faltando meninos, Tristan acaba entrando para ser Romeu, e Rory Julieta. Paris acaba marcando ensaios no galpão de Patty e Tristan vai provocar Dean no mercado, quando finalmente Rory conta sobre o teatro, Dean insiste em acompanhar o próximo ensaio. O rapaz com quem Lorelai saiu um dia (porque o pessoal estava se preocupando que ela não superou ainda Max), do seu curso de administração, visita Stars Hollow com os pais e Luke fica ríspido, Lorelai não entende, e Sookie explica “puxa ela vai sair com todo mundo menos comigo”; até que ela vai ter uma conversinha com ele, conta que esse negócio de encontros é difícil e errou com o Max, achando que seria alguém que sempre estaria lá, que há poucas pessoas que realmente “estão” na vida dela, em quem pode confiar – e Luke confirma que ele é uma delas. Na noite da apresentação, Tristan não aparece e Paris toma seu lugar como Romeu, depois ele fala pra Rory que o pai vai tirá-lo da escola e enviá-lo para uma escola militar.

 

E10 – O jantar Bracebridge

As meninas estão fazendo um boneco de neve como parte do concurso de bonecos de neve da cidade (!) e tem um superprofissional que não lhes dá chance. No hotel, Lorelai e Sookie se preparam para uma noite de jantar especial, com Jackson sendo voluntariamente obrigado a aceitar o cargo de fidalgo da noite, fantasias sendo preparadas e muita comida diferente que seria supostamente dessa época de séculos passados. Com o cancelamento do grupo que não conseguiu sair de Chicago, e para não perder tanta comida, decidem fazer uma grande festa chamando todos da cidade. Entre os diversas dilemas dos convidados, temos Lorelai reagindo com ciúmes da nova namorada de Christopher e o fato dele ter chamado Rory para passar uns dias do final de ano com ele; Emily se divertindo com um bom humor repentino de Richard, que radiante conta sobre ter ficado murmurando Mozart em Praga pra depois admitir que “saiu” do ramo de seguros – e Emily vai dormir no quarto das meninas, engraçado os movimentos em sincronia de mãe e filha passando creme, até que encontra Richard no saguão também acordado e conversam, ele explicando sobre como se deu o pedido de demissão e que ele se sentiu muito aliviado, e só queria continuar feliz. Mas antes do jantar, Paris tinha deixado umas notas sobre o jornal com Rory e acaba ficando também, Dean conta que Jess estava numa briga e quando Dean foi apartar, ele quis bater nele também. Todos podem dar uma voltinha de charrete: Lorelai chama Luke pra ir com ela “podemos imitar Ben Hur e acertar o Taylor!”, Luke conta que Liz não quis que Jessie voltasse para as épocas de festas e ele inventou pro sobrinho que foi ideia sua ele ficar; na charrete de Rory, Jess pula pra dentro porque ela ia sozinha (Dean foi com a irmãzinha Clara) e percebemos que Jess sabe muito bem que Luke mentiu, ele adivinha qual o boneco de neve é de Rory, o que parece a Björk haha, e pergunta ainda sobre o quê ela e Dean conversam… Durante o jantar, Paris aponta todas as discrepâncias de épocas; Kirk sai do personagem porque as meninas falavam de “I love Lucy”, e pelo que ficamos sabendo pela manhã, Bootsie cantou “Hotel California” e Jackson usou sua barriga como bateria! Dean vê Rory olhando para Jess também, e voltando pra casa, as meninas veem o boneco de neve super profissional destruído…

 

E11 – Segredos e empréstimos

Rory vai melhor em matemática do que línguas no teste de aptidão, mas Lorelai garante que são ótimas notas e que devem comemorar assistindo “Rocky Horror Show”; na escola Madeleine e Louise contam batatinhas fritas enquanto Paris está radiante e faz todo um suspense esperando que alguém pergunte como foram suas notas e pergunta a Rory se ela é uma pessoa que fica feliz “só olhando o por do sol”, ela vai tentar saber fazendo Madeleine ligar depois pra Rory, mas o fato é que Rory tirou notas melhores e não conta mesmo. A casa das meninas está com problemas de cupins e vai sair 15 mil dólares para consertar, Lorelai até acorda Rory no meio da noite achando que ouve os bichinhos e as duas vão dormir na Sookie, que prepara milk-shake de Hagen Daz enquanto Jackson passa vergonha com seu pijama de fotos da época em que fazia luta livre. Falando em ficar sem jeito, Lane entrou para a torcida feminina da escola e não sabia como contar a Rory achando que a amiga teria uma reação negativa; numa noite fria em que Taylor faz questão que o time de basquete mostre os uniformes pra cidade, ela se apresenta e Rory diz que não é tão estranho, parece até legal e Lane escolhe algumas músicas. Sem conseguir empréstimos em nenhum lugar para o dilema dos cupins, Rory acha que a mãe está sendo teimosa e acaba falando pra avó, que arranja um horário com o dono de um banco local para Lorelai; no tal horário Emily está lá e Lorelai pede para ela não se intrometer, mas sua situação para o banco não é boa, precisa de um fiador e Emily serve, mas Lorelai a ofende perguntando o que ela vai querer de volta desta vez (para o empréstimo pra pagar a escola de Rory foi jantar às sextas); no jantar seguinte ela pede desculpas à mãe, que já fala que fará encontros de um de seus grupos no hotel de Lorelai.

 

E12 – Um dia com papai

Emily do nada pergunta a Lorelai se tem planos de se casar porque está planejando como será o arranjo do túmulo delas (!); no jantar Richard comenta que agora que está aposentado ele tem tempo para perceber coisas que não via antes e Emily confessa à Lorelai que é estranho tê-lo em casa prestando atenção a tudo; quando Richard começa a querer acompanhar Emily em todas as suas atividades, ela liga desesperada para que a filha passe um dia com ele. Rory está toda enrolada com o jornal da escola, com Paris pressionando (se igualar ao New York Times?! Meldels) e então querendo fazer uma matéria sobre podres de uma cidade pequena, Rory acaba não conseguindo ajudar a mãe e só pode encontrar o avô à noite. Lorelai toma muito café assim como a mãe, e Luke precisa ir atrás de uma grapefruit porque Richard acha que é ideal para o café da manhã, dá uma volta pela cidade, mas acaba logo e vai ver a filha trabalhar no hotel, começa a dar palpites – começa com Lorelai tendo que explicar que ela é sua própria chefe e não precisa usar paletó, e depois quando ela flerta com o fornecedor da lavanderia, ele dá sermão dizendo que é para seu bem. Mas o pior é à noite, falando que pedem comida demais (“é o sistema da casa, comemos 1/3 e vivemos das sobras o resto da semana”) e depois dizendo que Rory não poderá aceitar o carro que Dean finalmente terminou e quer dar de presente à namorada; Dean não se deixa intimidar, leva Richard até a “cigana” que é a mecânica da cidade e que quebra os para-brisas do carro só para ter algo para reclamar, até que Richard admite que não precisava ter feito um interrogatório, mas podia tentar conhecer Dean um pouco melhor. De volta à casa das meninas, Lorelai também discute com o pai, que ele não pode tirar a autoridade dela, até que a discussão acaba com Richard jogando na cara da filha que ela nunca convidaria o pai para passar um dia com ela, que ele se tornou obsoleto, lamenta que nunca tinha pensado em se aposentar e agora não sabe o que fazer; dispensa o monte de comida chinesa que Rory foi buscar (e no caminho encontra Jess mais uma vez indicando que aprontou das suas, vendo irritada sua foto como cidadã do mês que na verdade tem a ver com censura na vídeo locadora e não tinha sido essa a intenção); Richard finge para Emily que está tudo bem ao ver a esposa toda feliz com seu dia, mas senta em seu escritório suspirando.

 

E13 – Dou-lhe uma, dou-lhe duas…

Para mais uma tradição da cidade em que as mulheres fazem uma cesta de piquenique e  alguém faz um lance no leilão, Rory e Lorelai vão comprar cestas, Lorelai já se prepara para colocar os restos de comida da geladeira na sua e Jess interrompe um beijo entre Rory e Dean para comprar cola. Lorelai descobre que Patty quer lhe arranjar alguém e inclusive a professora de dança envia currículos e os chama para dar lances na cesta dela, e quando ela percebe, vai correndo pedir ao Luke para comprar sua cesta, depois no gazebo Luke diz que vai buscar comida de verdade para comerem juntos (Lorelai fica com um burguer e ele com pedaços de cenoura). Jackson tinha perguntado a Sookie o que ela achava de ele renovar o aluguel, como ela não percebe que ele estava querendo indicar que poderiam morar juntos, ele não dá lance e Kirk acaba ficando com a bela cesta, depois fazem as pazes, Jackson vai pagar Kirk de volta em prestações (de 12 irmãos, Kirk era o único a ficar sem cesta) e pede Sookie em casamento no piquenique. Já Lane tem um esquema montado para que o primo compre a cesta montada pela mãe e sua verdadeira cesta é para se encontrar com Henry, mas por telefone Henry dá a entender que é muito trabalho e não vai dar certo, a mãe briga com a filha e ela vai chorando para o quarto, diz para a mãe que ele era coreano e era perfeito, mas Lane estragou tudo por ter medo de contar à mãe e estragar tudo. Quando é a cesta de Rory, Jess vai subindo os lances e Dean não pode pagar pela cesta, o garoto fica furioso principalmente quando Rory decide seguir a tradição e ir comer junto com Jess, procura Lorelai para conversar e isso se torna outro motivo para mãe e filha discutirem, além de que Lorelai não gosta que Rory saia com Jess. O piquenique dos dois é numa ponte perto de onde Luke derrubou Jess na água e falam de livros, Rory pergunta por que ele só é legal com ela, decidem ir comer uma pizza e Rory chega um pouco tarde em casa, dizendo que passaram na livraria e ela comprou um livro para a mãe. No jantar de sexta, Emily dá razão à Lorelai sobre tentar controlar a filha, porque ela ainda é jovem, e Lorelai percebe que quer continuar sendo a mãe legal, mas pede para Rory tomar cuidado. Quando a menina chega em casa, liga para Jess.

 

E14 – Deveria ser com a Lorelai

O diner do Luke está vazio por um acaso e as meninas Gilmore podem escolher fazer guerra de bisnagas no balcão, mas Luke pede para escolherem uma mesa simplesmente, haha. Haverá um debate na escola e Rory e Paris vão defender um tema juntas contra outra escola, claro que Paris louca quer tudo perfeito e vai até a casa de Rory para trabalhar nas “palavras por minuto” da colega de debate; para o dia, Sookie e Lorelai fazem algazarra na torcida e Christopher aparece com Sherrie, o antigo colega de Chilton sente-se aterrorizado por ter que debater com Paris. As duas acabam decidindo por convidar Chris e a namorada para sua casa, saem correndo para  arrumar a bagunça, na hora de pegar algo para beber Sherrie conversa com Lorelai na cozinha sobre não precisarem ser amigas, mas entender que Rory é parte muito importante da vida de Chris, e depois ela sugere saírem as duas juntas para jantar. Como é sexta-feira, Lorelai convida Chris para vir até a casa dos pais, Richard se anima com a visita, mas assim que Emily descobre que Chris está namorando, tem um chilique sobre Rory não ter vindo e na cozinha admite a Lorelai que sempre imaginou os dois um dia ficando juntos, acabando por jogar culpa na filha por não ter agido mais pra que isso acontecesse. Na manhã seguinte, enquanto Rory ajuda Lane a receber seu CD do Belle & Sebastian, com um Michel fingindo que está correndo na praça e Kirk servindo de distração para a sra Kim; Lorelai diz para Chris que de certa forma ela acabou sabotando qualquer relacionamento sério porque sempre acreditou que um dia eles ficariam juntos, mas Christopher se zanga porque ela parece culpá-lo por 15 anos de relacionamentos que não deram certo.

 

E15 – Perdida e encontrada

Lorelai se corta tentando limpar uma calha e conversando com Rory acha que pode virar super-herói (ehe), vai reclamar com Luke que quer as panquecas que ele faz e descobre que o dono do diner recebeu as outras coisas de Jess e o apartamento está cheio, mais tarde Luke está vendo uma tv pequenina e ela sugere que Luke procure um lugar maior; ouvindo rock pesado, Jess dorme e Luke não aguenta mais; na manhã seguinte Luke faz Jess levantar cedo pra procurarem um lugar novo e Jess fica fazendo piada que vai ter que ajudar a arrumar e depois podem “dar as mãos e pular juntos”. A pedido de Rory, Lorelai chama Jess para ajudar a limpar as calhas e o garoto aparece quando ela está testando o novo despertador que oferece sons de animais da fazenda; Rory também pede a Jess que tente se dar bem com a mãe, numa conversa em que ela se atrapalha com as palavras de novo, não é que ele “goste” dela, mas enfim, dá certo, porque Lorelai convida Jess para comer um pouco de comida chinesa e ele aceita. Luke está enlouquecendo vendo apartamentos e acaba chamando Lorelai para ver um com ele, a corretora acha que são um casal e Lorelai se diverte; mais tarde Luke descobre que Taylor é o dono do prédio e de outros na cidade, sai enfurecido do mercado e acaba comprando o prédio ao lado do diner (!), Lorelai acaba acalmando-o e descobre que Luke até acharia bom se Rory e Jess tivessem algo juntos. Antes no mesmo dia Dean acompanha Rory numa feira de livros, esperando entediado e ela não parece estar muito animada a ver “O senhor dos anéis” de novo, até que o namorado percebe que Rory está sem a pulseira que ele tinha lhe dado de presente, Rory inventa que lhe deu uma coceira e sai procurando por tudo quanto é lado; Lorelai pega Jess saindo do quarto de Rory e mais tarde a menina acaba encontrando a pulseira debaixo da cama, como se não tivesse olhado mil vezes; Lorelai vai contestar Jess que acaba respondendo que se Rory gostava tanto do item não teria demorado tanto a perceber que tinha perdido. No final do dia, Luke dá uma martelada na parede oferecendo a Jess o novo quarto, para no final da obra “darem as mãos e pularem juntos”.

 

E16 – Descobertas

O diner está um caos por causa das obras de reforma. Lorelai é surpreendida por um convite de um final de semana para um spa, e depois decepcionada que Emily tenha se animado a ir junto, ela planeja todo o final de semana para as duas não se encontrarem nas atividades, mas a mãe pede para rearranjarem tudo, vem busca-la numa limusine, não para de falar enquanto Lorelai bufa e suspira; Emily adora a água com pepino e o roupão macio, interrompe o descanso facial e agenda uma massagem para casal haha, acha que não ia gostar do banho de lama, mas pelo menos quanto ao jantar as duas concordam que não querem comer tofu. Lorelai empresta um batom chamado “garota fácil” e sentam-se no bar porque as mesas iam demorar e elas iam ficar com fome; um senhor vem chamar Emily para dançar, quando ela se sente culpada e acaba culpando a filha por estar fazendo algo que acha errado; decidem ir embora para casa mais cedo, mas Emily reclama que as duas não tem um relacionamento, Lorelai explica que com Rory é diferente porque elas são amigas antes de mãe e filha, mas sugere fazerem algo juntas que seja mais simples, como roubar um roupão do hotel (ihi). Já Rory, podendo ficar com a casa livre só para ela, o que a menina quer é sossego – nada de festas com motoqueiros da pesada – pra poder lavar as roupas do jeito que quer e comer comida indiana (que coisa, Jess e Lorelai até que são parecidos, “vai botar fogo na casa depois? Só assim pro cheiro sair”); mesmo tentando dispensar Paris que está desesperada para estudar por causa da prova de química, a loira bate à sua porta e acaba convencendo-a a uma hora de estudos, dali a pouco aparece Jess trazendo um montão de comida falando que Luke estava preocupado que ela ficaria sozinha (depois descobrimos que Luke não sabia de nada) e com os três jantando, Dean resolve aparecer ainda por cima, trazendo um sorvete e esbarrando com Jess saindo da casa; fica muito bravo ao ver a cena e com Rory sem aptidão pra explicar direito as coisas, Paris acaba falando que ela estava interessada em Jess e pediu para Rory arranjar que ele viesse; Paris acaba livrando Rory do imbróglio e Rory a convida a ficar, pois estão em algum âmbito da esfera da amizade.

 

E17 – Tios e legumes

Emily não para de experimentar sopas para a reunião da sua associação e começa a dar sugestão para o casamento que Sookie vai planejar; as coisas acabam saindo de proporção com Jackson indo reclamar com Lorelai que as duas andam medindo a cidade e querem tirar o coreto do lugar, Lorelai já tinha avisado Sookie sobre a “Emilylândia” em que as coisas mais extravagantes são baratas; finalmente Sookie cai em si e Emily vai reclamar, Lorelai diz que a mãe queria planejar é o casamento de Lorelai, mas Emily nega porque o de Lorelai seria com o tema dos Romanov, neve e rosas, insinuando ainda que Lorelai sempre sai correndo e fala do Luke e que provavelmente a recepção seria no diner mesmo. Taylor sente-se coagido pelo surgimento de umas bancas de legumes na praça em frente ao seu mercado, do cara cabeludo que um dia quis ser trovador da cidade, inclusive na assembleia da cidade ele pede a licença que o “Van Halen” conseguiu e insiste que é só para “carrinhos”, com vários personagens da cidade tirando dele – Kirk comentando que seu mercado estava vazio, outros da redundância de suas palavras – até que Patty faz uma votação geral. Já Luke está todo enrolado porque um tio morreu, Lorelai e Rory acabam entrando para ajudar a servir o pessoal no diner – com Lorelai se divertindo horrores ao tentar nomear os pratos com expressões variadas, Rory inclusive fica toda hora puxando Jess para ajudar também. Ninguém da família quer aparecer para o enterro, e confrontando o pessoal que respeita os veteranos de guerra, eles também não gostavam nem um pouco do tio Louie, que era nojento e ranzinza; quando o caixão não cabe o tio porque ele queria ser enterrado com várias coisas, incluindo cartões de baseball que Luke adoraria ter, Luke surta porque o cara não merecia nada mesmo, apenas para depois se acalmar e conseguir arranjar um caixão maior. E no final, o pessoal vestido de veteranos de guerra faz sua homenagem e até é organizado um daqueles jantares de velório que o pessoal faz nos EUA para pessoas queridas, “eu estou morto? / admita, eles gostam de você”.

 

E18 – De volta ao batente

Richard arranjou um carro antigo para arrumar; Luke tem um novo prato especial do dia pro café e o coitado do Dean que não sabia de nada acaba servindo de álibi pra piada das garotas; Sookie fica super brava porque os convites de casamento vieram com o nome errado (Suzie). Em Chilton, Rory é líder do grupo desta vez e eles tem que criar um produto que poderia ser vendido aos estudantes; como precisam de um adulto para ajudar a aconselhar, e nenhum dos pais está disponível, Paris faz Rory perguntar a Lorelai, que por sua vez faz a neta chamar o avô. A princípio Richard rejeita, mas Emily faz um draminha e ele acaba aceitando; numa reunião do grupo na escola ele se empolga com a ideia e os argumentos de Paris – Louise queria fazer um controle para encontrar batons perdidos, Madeleine queria um robô e dizem que Henry tem cara de alguém que construiria um -r Paris traz uma pastinha para cada membro da equipe e explica a ideia de venderem um kit de primeiros socorros, só que personalizável, porque adolescentes gostam de estampas de oncinhas. Numa reunião seguinte, Richard sugere ser em sua casa e a sala de reuniões realmente parece ser profissional, com Richard se irritando porque Emily vem ver se não querem um lanchinho. A mãe de Michel veio visitá-lo e é muito engraçado o modo que se insultam carinhosamente; mas até o final do episódio descobrimos por que ele se dá tão bem com a mãe, porque nunca conta coisas sérias para ela, e quando Lorelai comenta sobre Michel não querer comer carboidratos, a mãe começa a perguntar por que ele saiu de casa e outras coisas, “você transformou minha Gisele em uma mãe!” e claro que Michel odiará Lorelai para sempre por isso. Já Dean procura Rory para fazer as coisas e ela nunca parece disponível, liga muitas vezes (14 em um período de 3 horas!), Lorelai sente que ele está bastante ansioso e o chama pra conversar quando chega em casa e vê que o garoto está lavando o carro de Rory; diz para Dean dar um tempo, deixar ela procurá-lo de vez em quando. Na feira com exibição dos produtos criados pelos alunos, Richard encontra com o diretor da escola que lhe pergunta o que tem feito; quando o projeto deles não ganha, vai ter com o diretor e sai bravo de lá; no jantar à noite Emily está preocupada porque o marido se trancou e não falou mais desde o evento, até que ele chega de super bom humor e anuncia às meninas que não gosta de ser aposentado, então vai voltar a trabalhar, talvez fazer consultoria. Na volta para casa, Rory comenta com a mãe que Dean deixou de ligar tanto e só agora estava bipando (seguiu direitinho as recomendações de Lorelai!), mas Rory quer passar na casa de Lane e não quer ligar de volta para o namorado – quando Lorelai chega em casa, Dean está na escada da varanda delas e apenas comenta: “ela gosta do Jess, não é?”. (óóóiiinnn tadinho do Dean!)

 

E19 – Aula particular

Dean foi viajar para visitar a avó e tem um carinha novo que, segundo Lorelai, quer ficar com o emprego do rapaz no mercado, mas Rory diz que Dean é necessário porque a escada sumiu e só ele alcança as prateleiras de cima. A cidade vai ter novamente um filme ao ar livre e Lorelai discute com Taylor que ele não pode escolher pelo quarto ano seguido o filme “Virtude selvagem” (The yearling / 1946), no que Taylor dá sua coroa para Lorelai escolher o filme para este ano. As meninas já estão empolgadas montando listas para ver no final de semana e escolher um filme, quando Taylor lhes entrega um calhamaço, é uma lista de filmes possíveis conforme o pessoal que está patrocinando, e a maioria dos filmes tem a ver com a natureza… Vemos Jess entrando no final da prova, e logo em seguida Luke tendo que conversar com o diretor da escola, que avisa Luke que Jess terá que repetir de ano se não melhorar as notas; Luke acaba indo pedir ajuda à Rory, porque acha que ela é a única pessoa que o sobrinho realmente admira e ele a ouviria, não adianta tentar contratar uma professora particular, pergunta à Lorelai o que ela faria no lugar dele, e ela acaba aceitando. No diner à noite, Kirk entrega um curta-metragem que ele fez, pedindo a Lorelai que passe antes do filme principal, diz que ele é o Akira Kurosawa – quando as meninas citam o nome de um filme famoso, ele se lembra que não é esse diretor, é outro sua referência (tsc, tsc Kirk); Lorelai sai com Rory garantindo que nada pode acontecer, só vão estudar, mas Jessie fica é só enrolando, faz truques com cartas, pergunta do Dean, e fala para Rory irem tomar um sorvete, que depois que voltarem ele promete estudar direito. No carro ele brinca que não está prestando atenção na direção, mas depois vemos Rory ligando para a mãe de um hospital. Sofreram um acidente, porque apareceu um bicho no meio da estrada, acabaram batendo e o carro ficou bem feio, Jess some, Luke e Lorelai brigam porque Lorelai está nervosa e culpa Luke por aceitar trazer Jess pra cidade e Luke está preocupado porque precisa procurar o sobrinho; já Christopher, com quem Lorelai tinha brigado antes, acaba aparecendo no meio da noite pra ver Rory, e Lorelai e ele fazem as pazes. Quando chega o dia do filme ao ar livre, Lorelai já tinha desistido e verão The yearling de novo, mas também podemos ver o curta do Kirk, que é meio estranho, em preto e branco, mas engraçado; Rory ouve Babette comentando com Patty que Luke despachou Jess de volta para a casa da mãe.

 

E20 – Precisa-se de ajuda

Luke foi pescar, Kirk esqueceu a carteira dele lá dentro e as meninas precisam ir até um outro diner para tomar café da manhã, com xícaras minúsculas para tomar café e um Michel incomodado porque não queria se encontrar com Lorelai em qualquer outro lugar. Richard está de mudança para um escritório novo e a antiga secretária não quis acompanhá-lo na nova empreitada, já pensa em desistir do negócio, quando Lorelai diz que vai ajudar. À noite, Dean chega de Chicago e Rory escreveu uma carta para ele contando o que aconteceu, ele não fica bravo, só convida Rory pra jantar após perguntar sobre Jess, ao que ela responde que ele foi embora; conta para a mãe enquanto protegem o gesso no braço com um plástico. Na manhã seguinte Lorelai leva Richard a uma grande loja para comprar itens para o escritório, canetas (varinhas mágicas que pressionadas no papel a tinta aparece), cafeteira “qual a primeira coisa que você faz pela manhã? / respondo aos telefonemas da Ásia / isso mesmo, você faz café!” hahaha. Taylor fala para Rory que tem certeza de que a menina não se meteria em problemas se não fosse o Jess; Babette também não culpa Rory e ela fica chateada, como se a cidade ignorasse que a culpa também foi dela, não é teleguiada por um cara… Uma nova loja de instrumentos musicais abre e Lane entra e se maravilha com uma bateria, a dona da loja pede para ela sentar e sentir como é; no outro dia está toda empolgada contando a Rory que encontrou sua vocação de vida, “I’m rock’n roll, baby” (escondendo as baquetas pra mãe não ver) e implora para Sophie deixar ela treinar na bateria à noite em troca de ajudar com qualquer coisa que precise na loja. No escritório, Lorelai organizou todos os arquivos e atende aos telefonemas, mas o pai gostou tanto que parece não estar querendo contratar nenhuma outra secretária, ela não quer ser grossa, mas lembra o pai que ela tem seu emprego e não poderá vir no dia seguinte. Antes de irem para a pequena festa que Emily arranjou para comemorar a nova empresa de Richard, Lorelai e Rory pegam burguers muito ruins porque nesses eventos só tem canapés que não são comida, mas na festinha Emily vê Rory com o braço engessado e Rory acaba discutindo com Lorelai, quer ficar sozinha e vai antes para casa; no caminho encontra Luke voltando da pesca, ele a chama para um café e ela diz que não foi culpa do Jess, Luke sabe.

 

E21 – A formatura de Lorelai

Lorelai leva Rory até a casa da Sookie para tomarem café da manhã (e vemos que Jackson realmente não é uma “morning person”); Lorelai está nas últimas provas do curso de administração e Rory se lembra que terá a cerimônia de formatura, que devem celebrar depois, mas Lorelai faz questão que os pais não sejam convidados para isso. No entanto, Rory vai às escondidas, com Emily tendo preparado um super chá das 5 inglês, propõe aos avós que compareçam, mas só se for porque querem mesmo. No mercado, Lorelai esbarra com Luke, mas o clima ainda não está bom entre eles; outra noite ela já comemora com margaritas o final do seu curso, e Jessie liga para Rory, apenas para dizer “oi”. Na manhã seguinte, Lorelai recebe uma bela cesta de Christopher como presente pela graduação, que inclui itens engraçados, mais um colar de pérolas por ela ser uma super mulher e uma câmera pra não esquecer de tirar fotos. Já Rory, está já no portão da escola quando decide dar meia volta e pegar um ônibus para Nova York! Ela tenta pedir informação, sobre um parque em que Jess diz que fica, e depois de algum trabalho consegue chegar no lugar, os dois vão comer um delicioso hot-dog daqueles de carrinho e vão numa loja de discos com muita variedade – onde Lane realmente iria pirar – e Rory compra um vinil de presente de formatura para a mãe; depois Jess a acompanha para pegar o ônibus de volta. Enquanto isso, Lorelai chega cedo no local da cerimônia e vai pegar sua beca quando avista Emily, que veio junto com um cameraman que já fez filmes alternativos, e Lorelai tenta despistar os colegas que reclamavam de um riquinho entre eles, no final eles acabam descobrindo; Sookie e Jackson também aparecem e Lorelai até se emociona com os pais ali (apesar do micão do cameraman seguindo-a até o palco), mas Rory não conseguiu chegar porque o ônibus fez muitas paradas e demorou mais que o previsto. Quando Lorelai chega em casa ela nem consegue dar bronca, porque Rory mesmo está se sentindo super culpada e começa a se autopunir, sugere vários castigos e diz que está louca, como ela pode ter feito isso num dia tão importante, Lorelai sugere que a filha talvez esteja apaixonada por Jess mesmo, ela não quer acreditar, pede desculpas novamente, mas Lorelai insiste que ela quer celebrar junto com a filha.

 

E22 – Não sei como começar

Sookie quer tocar Ella Fitzgerald no casamento e Lorelai acha deprimente, estão preparando o hotel para o evento e a própria Sookie vai cuidar da comida, como abriram dois lugares, ela pede para convidar Emily e Richard também – que logo de cara percebem que é de última hora, o que é um despropósito, mas acabam indo porque seria mais rude recusarem. Dean deixa Rory trocar sua panqueca pelo omelete dela, e insiste em esperar a mãe finalmente entrar no diner do Luke; apesar de pedir desculpas, Luke ainda continua “dando gelo” nela, diz que está sendo educado e o que mais ela quer?, “quero o Luke de volta”. Paris está concorrendo a presidente na escola e por pesquisas de Madeleine e Louise, descobre que o eleitorado a acha a mais competente, mas não muito simpática, então ela pede para Rory entrar em sua chapa porque ela tem o jeito de boazinha que o pessoal gosta; apesar de Rory não gostar muito da ideia de passar uma semana em Washington com Paris (quem ganhar fará essa viagem como um programa para futuros líderes), acaba aceitando e no fim elas ganham mesmo. Mas antes disso, Rory tira o gesso e Christopher vem vê-las, acaba aceitando ficar para a festa de casamento; existe uma pré-festinha em que Jackson está preocupado porque pela tradição teria que usar um kilt escocês; e bebendo nos fundos com Lorelai, Chris confessa que as coisas não estão bem entre ele e Sherrie. Na manhã seguinte ela conta para Rory, passa o dia todo com preparativos do casamento e acaba indo para a cama com Christopher; no meio da noite ainda tenta acalmar Sookie, que aparece de vestido tentando consertar o bolo e pensando em outra alternativa de prato para servir – não, Jackson não vai enjoar dela (ah, mulheres!); quando volta para o quarto, conversa com Chris que talvez agora seja realmente esse momento em que possam tentar ficarem juntos pra ver se darão certo como uma família mesmo. No dia seguinte, no diner, Luke recebe um Kirk que não quer sujar o paletó e está com dúvidas sobre o que comer, e também Jess, que diz querer voltar, sabendo que desta vez as coisas terão que ser diferentes conforme é avisado por Luke, que também avisa que Rory estará no hotel para o casamento. O hotel está super bonito, com Morrey tocando ao piano e Kirk cantando, Chris conversa com Rory que quer saber se suas intenções são boas, até que o celular dele toca e ela encontra Jess; os dois acabam se beijando (ai, ai, ai!) e Rory sai correndo, sem saber o que falar. Mais tarde Chris encontra Lorelai e conta que Sherrie ligou para ele contando estar grávida, então ele está em dúvida sobre o que fazer, porque não quer perder tudo assim como foi com a Rory… Lorelai só diz que tem que ir, porque tem que ficar feliz por Sookie e dá os parabéns a Chris; mãe e filha iniciam a cerimônia de casamento andando em direção ao padre como madrinhas, ao som de Ella Fitzgerald.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s